quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Algumas novidades publicadas recentemente pela Chiado Editora

 

Páginas: 376

Sinopse
Em 1912 o Titanic saiu de Southampton com pessoas, bens e milhares de sonhos e esperança de novas vidas. Quatro dias depois naufragou e destruiu os sonhos de centenas em 2 horas e 40 minutos. Mas quem eram essas pessoas? E quem eram os quatro Portugueses que viajavam no Titanic? Que vidas os fizeram cruzar no meio do Atlântico e que sonhos os comandavam? E como nasceu a White Star e a ideia de construir o Titanic?

Esta é uma história de emigração e de partida, tão recente como hoje em dia, tão real como a memória que subsiste anos e anos sem fim sobre um navio que naufragou numa noite de luar, em pleno coração do Oceano Atlântico.

E é uma história de Portugueses a fazerem o que sempre fizeram. Sonhar com melhores vidas e procurar esses sonhos noutras paragens quando o próprio País não os deixa realizar.

"E chegaram a esta conclusão, uns de caminho para um futuro novo, outros de caminho para uma oportunidade nova, num dos maiores navios do mundo, acabado de construir, fruto de milhares de braços de homens e mulheres, de crianças até, um conjunto de arte e artifício, milhares de tonel adas de ferro e de madeira, trabalhados até a exaustão, cheios de suor e sangue da humanidade."

"Este barco, de certa forma, era a humanidade, talvez ainda pouco consciente, mas prestes a ganhar consciência da sua própria travessia no oceano do universo."



A Importância das Ilhas no Quadro das Políticas e do Direito do Mar
O Caso das Selvagens
de Pedro Quartin Graça

Páginas: 480

Sinopse
A importância das ilhas no quadro das políticas e do direito do mar - o caso das Selvagens é a designação da tese de doutoramento em Políticas Públicas apresentada pelo autor no ISCTE-IUL e que deu origem à presente obra.
As ilhas Selvagens encontram-se localizadas no Oceano Atlântico, entre a ilha da Madeira e as Canárias, sendo que, de um ponto de vista geográfico, estão fisicamente mais próximas do arquipélago das Canárias. Esse facto, isto é, a maior proximidade geográfica entre as Selvagens e a ilha espanhola de Tenerife, nas Ilhas Canárias, tem vindo a suscitar, pelo menos desde o início do último século XX, por parte de Espanha, dúvidas sobre a titularidade da soberania sobre o referido arquipélago, espaço no qual têm ocorrido, ao longo de décadas, incidentes diplomáticos vários entre os dois países ibéricos.
A importância das Ilhas Selvagens é grande para Portugal e para Espanha em sede de qualificação jurídica internacional do arquipélago, da delimitação dos espaços marinhos de soberania económica, particularmente a questão da actual Zona Económica Exclusiva de 200 milhas e das riquezas existentes nas referidas águas.
Esta é uma matéria relativamente à qual não foi encontrada, até ao momento, uma solução, uma vez que, por causa das Selvagens, persistem problemas de harmonização de Direito Internacional relativamente à Zona Económica Exclusiva de Portugal e a ZEE de Espanha.
A presente tese pretende constituir-se, assim, como um contributo científico para a resolução da controvertida questão de transcendental importância nacional.



O Colecionador de Amnésias
de Sebastião Alves
Páginas: 206

Sinopse
Um lapso de memória, um acidente na fábrica… O Engº Zeferino não tem dúvidas: só lhe resta demitir-se. Até porque, tem reparado, lapsos destes tendem a ocorrer-lhe. Espaçados, é certo, mas inevitáveis como o pingar de uma torneira avariada… Decide pois reformar-se e realizar o seu sonho de sempre: escrever um romance.
Mas a Ideia não vem e a reforma transforma-se num deserto. Horas, semanas, meses, iguais como grãos de areia… Até ao dia mágico em que, numa tabacaria em Pedrouços, repara num livrinho de absurdos com um título extraordinário: Memórias de um amnésico. E embora sinta que o título lhe foi roubado, ao mesmo tempo já sabe o que vai escrever.
Agora trabalha com método. De manhã escreve o passado, aqui-lo que lhe aconteceu desde o acidente na fábrica, com que se iniciou aquilo a que chama o resto da sua vida. À noite inventa o futuro, pois sabe que não pode dar-se ao luxo de esperar por ele.
Como filha e cuidadora de uma doente de Alzheimer, revivi e revi-me, emocionada, em muitas das situações aqui narradas, nos momentos de ternura, de humor, mas também nos momentos de tristeza e solidão que definem o percurso deste homem, desde os tempos em que, embora já atingido pela doença, ainda tinha autonomia... Eis uma forma diferente - e comovente - de falar sobre um doente de Alzheimer.
Manuela Morais, Associação Alzheimer Portugal.

Os direitos de autor revertem para a Alzheimer Portugal



Os Orgasmos dos Homens Honestos
de Marina Guerra

Páginas: 120

Sinopse
"Escrevo, sim, porque gostava que quem quer que leia o que escrevo perceba que toda a gente tem os seus fetiches, as suas fantasias sexuais, mas isso só a cada um deles diz respeito. Por isso é que falar sobre sexo, para a grande maioria das pessoas, ainda é vergonha. Você também tem as suas fantasias, mas talvez também sinta vergonha, não? Lá bem no fundo da sua intimidade só você sabe que por vezes, a maioria das vezes, para atingir o orgasmo só o consegue pensando na sua fantasia sexual. Estou a inventar? Não. Trata-se da sua intimidade e, se pensarem bem, ou se todos vós pensarem com clareza, então mulheres como eu, com a mais antiga profissão do mundo, só não temos diploma, farão sempre falta na vida de alguém, não?
Mas todos eles, você, até eu, claro, todos temos direito à nossa intimidade, e intimidade é isso: I.N.T.I.M.I.D.A.D.E.
O tema sexo e prostituição serão sempre temas tabus, mas pense que há sempre uma primeira vez."



O Herdeiro de Antioquia
de Paulo Costa Gonçalves

Páginas: 222

Sinopse
No Verão de 2013 Lisboa torna-se palco de desconcertantes homicídios. O inspector Alexandre Melo mostrou-se desde sempre céptico quando às provas incriminatórias, no entanto tudo se altera quando passa a ser o principal suspeito. Em parceria com Amélia, uma agente da CIA, viaja a um passado nebuloso e dissimulado, por organizações como a PIDE, Inquisição Espanhola ou os Arquivos Secretos do Vaticano, onde se depara com o mais dos surpreendentes enigmas que ensombra desde há séculos gerações de uma família.
O Herdeiro de Antioquia para além de um romance ficcional criado a partir de um facto histórico, a Conquista da Cidade de Antioquia, uma das páginas mais negras e obscuras da história da cristandade e acorrida em 1098 aquando da 1ª Cruzada, é em simultâneo um romance vertiginoso e sagaz que tem a capacidade de nos surpreender a cada passo até ao derradeiro parágrafo.







O Beijo de Humphrey Bogart
de Fernando José Rodrigues

Páginas: 376

Sinopse
Eva, uma mulher com Alzheimer, sabe que um dia todas as memórias desaparecerão.
Tem, por isso, de voltar ao início, como se acabasse de nascer e procurar-se dentro de si e nos objetos do baú antigo, antes que a luz das lembranças se apague para sempre.
A procura de Eva leva o leitor em busca de memórias dolorosas, a relatórios de polícia, aos Dembos, em Angola de 1961, a Barcelona, a Roma, a Kiev, à Chechénia, a fotos e cartas que lembram beijos que um dia se deram. Que Eva, não sabendo o que agora significam, suspeita que um dia lhe foram importantes.
Do avião há só um vago som, música, o tempo passa, Eva fica colada ao ecrã, Bogart à chuva, o tempo passa, o amor voou, suspiro dorido, The End.
"Antes de me esquecer quero saber quem foi o amor da minha vida." Mas mexer no passado é perigoso e Eva em breve vai perceber que as memórias podem ser mortais.

1 comentário:

Sofia Oliveira disse...

Livros muito interessantes, é pena a carteira andar vazia porque é algo que gosto muito.