quarta-feira, 15 de abril de 2015

Novo livro de Filipa Sáragga, entre as novidades deste mês da Marcador


A Alquimista das Cores
de Aimee Bender

Sinopse
Um acontecimento traumático ocorre quando uma rapariga de cabelos dourados aparece num pomar de maçãs; uma mulher põe em prática uma fantasia com o marido e descobre que não consegue regressar à sua antiga vida sexual; uma mulher muito feia casa com um ogre e debate-se com a decisão de o deixar ou não, depois de ele devorar os filhos por acidente; e duas irmãs viajam até ao coração da Malásia, onde uma delas aprende a arte de cerzir tigres cujas listas se rasgam.

UM LIVRO MÁGICO
Neste livro, Aimee Bender mostra-nos a realidade através de um espelho deformado, provando, mais uma vez, que é umas das autoras mais inteligentes e imaginativas da atualidade.

Impressões da imprensa internacional
«Deslumbra-nos, entusiasma-nos e comove-nos de forma absurda. Um livro extraordinário!»
The Chicago Tribune

«A Alquimista das Cores mostra que o valor da vida é medido em termos de bondade, suculência e simplicidade.»
The New York Times

«Estonteante, sonhadora…saborosa e sublime… a escrita de Bender acalma e perturba ao mesmo tempo, merece ser lida em voz alta por puro prazer.»
Oprah.com

A autora
É autora de vários livros: An Invisible Sign of My Own, The Girl in the Flammable Skirt, Willful Creatures e A Frágil Doçura do Bolo de Limão, já publicado pela Marcador. Escreve com regularidade em publicações como The Paris Review, GQ, McSweeney, Harper´s, entre outras, e tem os seus contos incluídos em inúmeras antologias. Recebeu o New York Times Notable Book, o SCIBA Award (atribuído pela associação de livreiros independentes da Califórnia do Sul), o Los Angeles Times Pick of the Year, o Alex Award e diversas nomeações para «Melhor Livro do Ano». Vive atualmente em Los Angeles onde ensina escrita criativa na University of Southern California. A sua obra está traduzida em dezasseis línguas.


A Princesa Azul e a Felicidade Escondida
de Filipa Sáragga

Depois de Talvez um Anjo, a autora e artista Filipa Sáragga volta aos livros com A Princesa Azul, uma história em forma de fábula que quer alertar e ajudar os país e educadores a falarem aos mais pequenos do sofrimento e da dor da discriminação, da injustiça e da crueldade. Através de uma princesa que é diferente, ela é azul. 

Sinopse
No Reino Distante, do amor do Rei Grande e da Rainha Luz, nasce uma princesa de pele azul chamada Clara. Como todos aqueles que são diferentes, Clara, a princesa que é azul, cresce para ser amada por muitos e a ser discriminada por outros. À medida que cresce vai ter que enfrentar o bom e o mau, o justo e o injusto. A maldade que lhe infligem por ser diferente faz com que Clara chegue ao limite das suas forças e com essa dor parte à procura de uma solução, e quem sabe, bem lá no fundo também à procura de si mesma. Com a companhia da Rosa-Baú e com a ajuda dos seus sete cristais Clara vai aprender a amar, a perdoar, a respeitar, agradecer tudo o que é essencial nesta vida.

Críticas
«A Princesa Azul e a Felicidade Escondida de Filipa Sáragga é uma admirável lição para todos os adultos disfarçada em história para crianças. É um hino ao amor, a principal fonte de solidariedade e de tolerância num mundo onde infelizmente se multiplicam os ódios, os conflitos étnicos, religiosos e políticos, a rejeição do outro e do diferente. Quando olho para os cinquenta milhões de pessoas que no mundo de hoje tiveram de fugir das suas casas e das suas comunidades por causa da guerra e da violência, gostaria muito que os responsáveis pudessem ter lido A Princesa Azul e a Felicidade Escondida e aprendido a lição. O mundo seria bem melhor.»
António Guterres

«Neste livro, revemos o encantamento do Era uma vez, fórmula mágica que transporta as crianças para um passado que irá iluminar o presente de onde, se Deus quiser e for ajudado pelos homens de Boa Vontade, nascerá o futuro onde seremos felizes para sempre.»
Nuno Lobo Antunes

A autora
Nasceu em Lisboa a 26 de Maio de 1984. Licenciou-se em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e, em Fevereiro de 2013, concluiu uma Pós-Graduação em Desenvolvimento pelas Artes Expressivas, no Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida. É pintora e tem exposto o seu trabalho em várias exposições. Participa como voluntária em diversos projetos sociais, missão à qual dedica grande parte da sua vida. Em Junho de 2013 lançou na Fundação Calouste Gulbenkian o livro Talvez um Anjo, um livro ilustrado cujos direitos de autor também reverteram na totalidade para o apoio a crianças doentes e carenciadas e também editado pela Marcador Editora.


Coração de Mãe Nunca se Engana
de Maria Inês Almeida

Sinopse
Maria Inês Almeida, a autora deste livro, encontra no seu filho, José, o parceiro ideal para escrever a mais bela das histórias. A história da vida que todos os dias liga uma mãe a um filho. Em textos simples e cheios de sabedoria, percorrem juntos um caminho que os leva a descobrir o mundo, a vida, a amizade e o amor. São momentos sinceros, divertidos, profundos, verdadeiros que não vão deixar o leitor indiferente.

A autora
Maria Inês Almeida é jornalista, mãe de um menino (José) nascido em 2008 e que muita inspiração lhe tem dado. Dedica-se à escrita. Recebeu o Prémio Revelação do Clube de Jornalistas em 2005.
Tem diversos livros publicados maioritariamente ligados à área infanto-juvenil, entre outros. Manteve na revista de domingo do Correio da Manhã uma crónica semanal intitulada «Anda uma mãe a criar um filho...». Atualmente faz, para o mesmo jornal, crítica de programação infantil de televisão (revista de sexta-feira). Colabora também com o programa Diário XS da RTP2 – um noticiário para crianças.
Escreve no blogue ondevamoshoje.blogs.sapo.pt, destinado a apresentar propostas diárias de diversão e ocupação dos tempos livres para as crianças.


Sem comentários: