quarta-feira, 19 de agosto de 2015

«Açúcar, o Pior Inimigo», de Dr. Richard Jacoby e Raquel Baldelomar

Editora: Vogais
Data de Publicação: Julho 2015
N.º de Páginas: 256

O açúcar é um alimento que acarreta consequências que podem ser graves para a saúde, se consumido em demasia. O açúcar está interiorizado nos nossos hábitos de alimentação de forma inconsciente e desde muito cedo. Ora vejamos: que sabor tem o leite materno, o primeiro alimento que após o nascimento o bebé tem contacto? Doce. Doce são também os produtos líquidos que as mães colocam nas chuchas para aliviarem o choro dos filhos. «O doce vício do açúcar tem origens profundas» é um dos primeiros alertas que o médico-cirurgião americano Richard Jacoby faz chegar ao leitor, no livro em epígrafe, Sugar Crush, de seu título original.
Na primeira das três partes constituintes do livro, o autor explica a forma como o nosso organismo lida com uma dieta rica em açúcar e hidratos de carbono, advertindo-nos também sobre as falácias com que a indústria alimentar esconde sob diferentes nomes o açúcar adicionado nos seus produtos. Eis apenas alguns sinónimos desta espécie de ‘droga’ dos tempos modernos que podem constar nos folhetos dos alimentos: glucose, frutose, sacarose, dextrose, sorbitol e xarope de milho.
No cap. 2, dedicado à relação açúcar-nervos, o doutor indica as formas através das quais ele acredita que a inflamação provocada pelo açúcar pode danificar o sistema nervoso: «Todos os nervos são irritados pelos efeitos do açúcar». Em seguida, esclarece-nos também a relação existente entre uma dieta rica em açúcar e por exemplo a Diabetes, o Colesterol, a Esclerose Múltipla, a Doença de Alzheimer, o Cancro, o Autismo. Ao longo da leitura, Richard Jacoby dará a entender que outras interferências na saúde, como dores de cabeça, o estado da nossa pele (acne, oleosidade, etc.), fadiga, diarreia, tem a ver com a quantidade de açúcar que ingerimos.
Logo na terceira página da última parte da obra, dedicada às acções que podemos tomar para combater este vício nocivo, o autor compara o açúcar a outra dependência grave: «Quando come alimentos açucarados, está a consumir um pó branco que é tão viciante como cocaína.» (p. 153). Esta é apenas uma das advertências fundamentalistas que podemos encontrar ao longo do livro, que no fim de contas é um livro de alerta, de precaução, de consciencialização sobre os aspectos tóxicos do alimento em torno do qual o livro gira.
Assente no princípio de que a chave para a nossa saúde está na ingestão o menos possível de açúcar, Açúcar, o Pior Inimigo descura por as teorias que o autor apresenta não serem científicas, comprovadas, apenas são fundamentadas pela sua experiência com pacientes, ou seja, de forma empírica. A somar este aspecto encontramos uma linguagem técnica/científica pouco esmiuçada, deixando o leitor pouco esclarecido sobre jargões médicos utilizados ao longo do livro; a leitura é demorada devido a uma escrita pouco cativante, dando a parecer que o autor escreveu o livro para si próprio; são vários os assuntos e ideias que são repetidos ao longo do livro; o autor desvia-se em certos capítulos do tema do açúcar (os caps. 6 e 7 são um exemplo); por fim, a estranheza mais notada em Açúcar, o Pior Inimigo foi a de não sabermos qual foi o contributo da co-autora Raquel Baldelomar para o livro (o livro encontra-se escrito na sua totalidade na primeira pessoa, por Richard Jacoby, e apenas aquando dos agradecimentos finais consta uma meia-página assinada pela sua parceira de escrita).
Acabar com o consumo do açúcar definitivamente não é uma tarefa fácil. A parte mais difícil, e este livro contribui imenso para tal — e por esta razão é recomendável a sua leitura —, é reconhecermos a quantidade exorbitante de açúcar que realmente ingerimos diariamente.

5 comentários:

Lina - Marilina Fernandes disse...

Ola,
Gostaria de ler este livro para saber mais sobre o tema.

;)

Catarina Lima disse...

Deixei de consumir açúcar e alimentos que o contenham há cerca de 3/4 meses e tenho-me sentido efetivamente muito melhor, além de que emagrece imenso só por essa razão! Gostaria de saber mais sobre os benefícios desta minha escolha e este livro parece ser perfeito para tal, bem como para saber mais sobre nutrição, um tema que me fascina ^_^

Arnaldo Santos disse...

Se todas as pessoas soubessem o mal que o açúcar em excesso faz mal à saúde, corrigiriam de imediato este erro alimentar. O açúcar e o sal, são os maiores inimigos alimentares do ser humano. Um livro que recomenda-se todas as pessoas lerem, para bem da sua valiosa saúde, pois só temos uma vida!

Tita disse...

O açúcar é viciante , sim necessário mas com bom senso. Livro muito interessante

Paula disse...

Parece-me interessante!