quinta-feira, 13 de abril de 2017

Uma nova e cuidada edição de «Moby-Dick» chega às livrarias

Uma das grandes apostas da Editora Guerra e Paz para este mês é Moby-Dick, obra prima de Herman Melville, o mais experimental dos romances, um dos livros mais importantes jamais escritos. Chega às livrarias portuguesas a 19 de Abril e tem o selo da Editora Guerra e Paz. Esta edição, com uma nova, rigorosa e cuidada tradução de Maria João Madeira, inclui, além da caracterização das personagens e do mapa da viagem do navio Pequod, um ensaio de outro grande escritor, D.H. Lawrence, acerca desta obra que o norte-americano Herman Melville publicou em fascículos em 1851.

El-Rei Junot, de Raul Brandão, e As Aventuras de Tom Sawyer, de Mark Twain, são também outros livros que este mês chegam às livrarias pela mão da Guerra e Paz.


Texto sinóptico de El-Rei Junot
Corre o ano de 1807 e Portugal é invadido pelos exércitos francês e espanhol. À cabeça das tropas invasoras vem Junot, militar francês que sonha com a glória. A Corte portuguesa, com medo, foge para o Brasil, e o país vê-se ocupado durante quase um ano. À volta de Junot agrupa-se uma nova corte, chega-se a projectar aclamá-lo como rei. Às atrocidades dos invasores sucedem-se violações, mortes, roubos. Mas o povo revolta-se e juntamente com forças inglesas, Junot é derrotado.
Esta é a história de um dos episódios mais dramáticos de Portugal, narrado por um dos seus melhores escritores. Mais do que um livro de História, mais do que romance, este é um livro único. Um clássico quase esquecido que importa recuperar.

Texto sinóptico de As Aventuras de Tom Sawyer
Um livro saudavelmente selvagem.
Inocência e infância em estado puro.
Rapaz traquinas, Tom Sawyer adora meter-se em problemas. com o seu grupo de amigos, e pelos belos olhos da pequena Becky, ele inventa mil e uma tropelias, que o levam a outras tantas aventuras, por vezes perigosas, mas sempre divertidas.

Texto sinóptico de Moby Dick
Uma das mais esmagadoras obras de aventura e vingança da história da literatura.
Uma baleia, um barco, um homem.
Moby-Dick, obra prima de Melville, o mais experimental dos romances, é a história de um louco e da sua vingança.
Depois de ter sido mutilado por uma baleia, o capitão Ahab procura vingar-se.

Sem comentários: