quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Stephen King e Osho pela 11x17

Esta semana chegam às livrarias as edições de bolso dos livros Carrie, de Stephen King, e Amor, Liberdade e Solidão, de Osho, pela 11x17. Em seguida, as respectivas sinopses:

Neste épico do terror, Stephen King relata a história de Carrie, uma rapariga reservada e estranhamente diferente de todas as pessoas da sua cidade. Na escola é rejeitada por todos, sendo alvo de partidas maldosas e humilhantes. Em casa, a vida não é mais fácil, tendo uma mãe possessiva e obcecada com a religião e o pecado, reprimindo-a constantemente.
Carrie encontra refúgio e canaliza toda a sua energia para os objetos, que consegue mover apenas com o poder da mente… até ao dia em que o rapaz mais popular da escola a convida para o baile de finalistas. Este acontecimento muda a visão que Carrie tem de si própria e leva-a a ganhar alguma confiança. Ingénua, volta a ser humilhada por todos, num ato de uma crueldade inimaginável. Não suportando tamanha desumanidade, Carrie liberta por fim todo o seu poder, transformando-se numa arma perigosa e destruindo tudo em seu redor. Um cenário de pânico e horror instala-se, com os risos a serem substituídos pelos gritos e a diversão a dar lugar ao medo.
Carrie, livro de estreia do aclamado autor, é um clássico do suspense e do terror que continua a fascinar leitores por todo o mundo, aumentando a legião de fãs daquele que é apelidado por muitos de «mestre do terror».


Conhecido pelas suas palestras e pelos seus livros, Osho é um autor conceituado e respeitado, que dedicou a sua vida ao estudo da espiritualidade. Em Amor, Liberdade e Solidão, analisa os estilos de vida, os padrões familiares e o fenómeno do amor no Ocidente, constatando que a crescente tendência para a solidão pode ser positiva para o desenvolvimento do espírito humano.
De forma provocante, Osho mostra que a liberdade é a condição primordial que permite a cada pessoa conhecer-se a si própria e assim definir a forma como quer encarar a complexidade do mundo moderno.
Dono de um sentido de humor e sensatez muito próprios, define o amor de forma pura e acredita que vivido na sua plenitude pode ser a chave para encontrar a felicidade juntos dos outros e para uma existência mais tranquila: «Dê, distribua o que tem, reparta e goze a partilha. Não o faça como se fosse um dever – senão toda a alegria desaparece. O amor nunca espera ser recompensado ou mesmo agradecido».

6 comentários:

lilia gomes disse...

Adoro este escritor, tenho vários livros assim como filmes e séries, nunca me caso de ler e ver.

fatima goncalves disse...

adoro Stephen king. de osho ainda não li nada mas como leio tudo o que apanho, quem sabe é o próximo a comprar

Natali Dias disse...

Não conheço mas gostaria de conhecer seu trabalho

10Filipa disse...

Estou ansiosa para ler estes livros!

Valter Caetano disse...

Stephen King é um visionário! Todos deviam ler a sua obra!

tugasgirl disse...

Adoro ler livros do Stephen King. Enriquecem-nos o conhecimento!