sexta-feira, 20 de março de 2015

«Conversas com o Universo», de Simran Singh

Editora: Sinais de Fogo
Data 1.ª edição: Outubro 2014
N.º de Páginas: 344

O Universo é profuso e abundante. De acordo com a antiga sabedoria tradicional, no Universo nada acontece por mero acaso, nada se verifica fora de um determinado desígnio, ou segundo uma das premissas da Numerologia, todos temos uma Missão, a priori, objectivada para a nossa vida, cuja lição específica e individual nos permitirá avançar no nosso percurso espiritual e evolutivo. Segundo a filosofia de Louise L. Hay «Cada ser decide encarnar neste planeta num determinado momento do espaço e do tempo». Será que tudo o que nos acontece é aleatório e fruto de coincidências e acasos ou será que o Universo conspira e fala connosco, com assiduidade? Será que o ouvimos verdadeiramente? Só nos resta calar, olhar e descodificar os sinais que Ele nos envia. E tudo poderá fazer sentido.
Prepare-se para mudar de ideias sobre a natureza da realidade, é uma das mensagens de Simran Singh. Segundo a sua experiência, existe muitas formas de o Universo nos contactar com o intuito de nos alertar para determinadas situações que passamos. A música que ouvimos, os amigos que fazemos, os animais de estimação que atraímos para o nosso lar, os lugares e viagens por onde vamos, os sonhos que temos, os livros que nos chegam às mãos por vezes na altura ideal, os números da porta da nossa casa, da matrícula do nosso carro, das horas, etc. Estes são exemplos de mensagens provindas do Universo, cujos simbolismos são revelados em pormenor no decorrer da leitura de Conversas com o Universo; o único receptor: o ser humano.
No final da primeira parte do livro (pp. 103-109) Simran conta a sua incrível história: de como o caos se instalou na sua vida física e mental num determinado momento, e de como através da sua inteligência espiritual e da observação de simultâneas coincidências numéricas, simbólicas, etc., ela descobriu que tudo se interligava, tudo tem um propósito, que «tudo o que acontece, acontece para o nosso próprio bem.» Além do testemunho da sua jornada a autora também dos livros Your Journey to Enlightenment e Your Journey to Love, partilha algumas histórias incríveis de amigos, familiares e pacientes seus, revelando em todas elas o poder dos sinais, de como o mundo fala connosco, utilizando os mais diversos meios.
Ao longo da obra, além das quatro partes, constam vários sub-capítulos com um assunto em destaque, fazendo com que a leitura não se torne muito rectilínea, sem espaços para que o leitor faça uma reflexão sobre o conteúdo lido. Além de Simran Singh não ter meias-medidas ao usar maiúsculas ao longo do seu livro, quando pretende sublinhar uma determinada ideia (modus operandi criativo que resulta eficazmente), as suas frases apresentam-se curtas e concisas, por vezes repetitivas, mas segundo a autora indiana estas servem para o leitor interiorizar aos poucos a mensagem que deseja transmitir. Este método de escrita funcionou, efectivamente.
Com o finalizar desta viagem espiritual, que é a leitura de Conversas com o Universo (publicado pela mesma editora da trilogia Conversas com Deus), a nossa maneira de olhar para o que acontece no nosso quotidiano será muito diferente; estaremos mais familiarizados e atentos às mensagens e sinais (negativos ou positivos) que constantemente nos são direcionados pelo Cosmo ou Entidade Superior, não ao alcance de todo o leitor que ainda não tenha apreendido a reconhecê-los. Conversations with the Universe, de seu título original, é um livro ideal para os que gostam de encontrar um significado mais profundo para a existência e não se contentam com as limitações do plano material. É um livro para iniciantes e não-iniciantes deste género literário. A obra, que não foi em vão a grande vencedora na categoria Mind-Body-Spirit 2014 dos Independent Publisher Book Award (EUA), é um bom começo para o despertar, porque segundo esta autora visionária, especializada em metafísica, espiritualidade e motivação, «os livros oferecem-nos os degraus para atingirmos a compreensão. Realçam o facto de nunca estarmos sozinhos no espaço ou na experiência.»


Excerto
«O leitor e todas as pessoas são páginas de um grande livro. Cada um é uma história individual de tragédia e triunfo, de amor e medo, de dor e prazer, de sucesso e falhanço, de carne e espírito. Cada um é uma história que tem de ser imaginada, escrita e lida, à qual tem de ser dada vida.» (p. 134)


5 comentários:

Leitora disse...

Olá,
Gostei da frase do excerto que escolhes-te, deve ser um livro bastante enriquece-dor, mais um que nunca vi à venda daaaaaaaaaaaa.
Boas leituras...bjs

BÉ ROCHA disse...

Gostei da frase do excerto que foi escolhido...parece me ser um livro muito interessante e até gostava de ter oportunidade de lê lo..

sara disse...

adoraria poder ler este livro

sara disse...

Gostei da frase do excerto que foi escolhido

Andreia Fernandes disse...

Muito bom...