sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Sandra Bullock e John Malkovich protagonizam filme «Às Cegas», baseado no livro homónimo

Grande aposta da Netflix, Às Cegas, estreia dia 21 de Dezembro, com Sandra Bullock e John Malkovich nos principais papéis.

Esta nova grande produção da Netflix baseia-se no thriller do escritor americano Josh Malerman (editado pela Topseller em Março deste ano), vencedor do reconhecido prémio This Is Horror na categoria de Melhor Livro de Terror.
Realizado por Susanne Bier, vencedora de um Óscar e com o argumento de Eric Heisserer, responsável pela adaptação do filme Arrival, Às Cegas é um emocionante thriller que nos leva à essência do medo.

Sinopse
Num mundo pós-apocalítico tenso e aterrorizante que explora a essência do medo, uma mulher, com duas crianças, decide fugir, sonhando com uma vida em segurança. Mas durante a viagem, o perigo está à espreita: basta uma decisão errada e eles morrerão. Cinco anos depois de a epidemia ter começado, os sobreviventes ainda se escondem em abrigos, protegidos atrás de portas trancadas e janelas tapadas.
Malorie e os seus filhos conseguiram sobreviver, mas agora que eles têm 4 anos chegou o momento de abandonar o refúgio. Procurar uma vida melhor, em segurança e sem medos.
Num barco a remos e de olhos vendados, os três embarcam numa viagem rio acima. Apenas podem confiar no instinto e na audição apurada das crianças para se guiarem. De repente, sentem que são seguidos. Nas margens abandonadas, alguém observa. Será animal, humano ou monstro?
Um suspense inquietante que relembra as melhores histórias de Stephen King.

sábado, 1 de dezembro de 2018

Passatempo: «O Triunfo da Morte», de Gabriele D'Annunzio

https://www.facebook.com/silenciosquefalam/photos/a.187362988008873/1981394868605667/?type=3&theater

Passatempo a decorrer na página deste blogue no Facebook, aqui.

Novos livros com mensagens e reflexões do Papa Francisco

A força da vocação: a vida consagrada hoje
Neste livro, o papa Francisco aborda temas da vida consagrada atual. Ele insiste na necessidade de uma formação integral dos candidatos à vida consagrada, evitando sobretudo o clericalismo. Em seu entender, a palavra-chave da vida consagrada é «inserção», expressão da mais pura sequela Christi, o qual não escolheu elites, mas inseriu-se no meio do povo. Depois, fala do caminho do diálogo e da inculturação, temas que herdou de Paulo VI; e também refere o combate ao grande inimigo da vida consagrada, a ideologia. Enfim, desafia o consagrado a viver a pobreza com alegria, que é o que dá força à sua vocação.

A de Amor
Este livro recolhe em forma de dicionário algumas das mais belas frases e ensinamentos do Pontífice. Nenhuma voz permanece por si mesma, mas cada uma se refere a outra, em uma cadeia de significados que ajudam a encontrar as respostas para as grandes questões que surgem no decorrer da vida. Mensagens simples e simultaneamente inspiradoras.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Novidades Editora Glaciar

Dois novos volumes da colecção Biblioteca da Academia, da Editora Glaciar, já estão disponíveis nas livrarias.
Língua Portuguesa: Política e Cultura do Idioma, de Celso Cunha
O décimo volume da Biblioteca da Academia traz-nos uma colectânea de ensaios de um dos mais importantes estudiosos da língua portuguesa de todos os tempos: Celso Cunha.
Mestre de gerações, Celso Cunha congregou, na sua multifacetária atuação, os altíssimos méritos do filólogo, do linguista, do medievalista, do gramático, do professor, com presença aquém e além-fronteiras.


A Alma Encantadora das Ruas, de João do Rio
O décimo primeiro volume da Biblioteca da Academia apresenta-nos um dos mais interessantes livros da literatura brasileira, um clássico intemporal que fascina há anos diferentes gerações de leitores.
Basta, para compreender, ler as palavras iniciais do prefácio de Claudia Poncioni: O título da coletânea ora reunida resume perfeitamente as crônicas que a compõem.
Assombrosas, incríveis, insólitas, fascinantes, espantosas mas encantadoras eram as ruas do Rio de Janeiro de João do Rio, principal pseudônimo de Paulo Barreto (1881-1921)1, como ainda são as de 2018.
Outros títulos da colecção já publicados: ver aqui 
 

domingo, 25 de novembro de 2018

Passatempo: «Mimi e Rogério – Uma Surpresa para o Pai Natal», de Laura Owen e Korky Paul

https://www.facebook.com/silenciosquefalam/photos/a.187362988008873/1974479692630518/?type=3&theater

Passatempo a decorrer na página deste blogue no Facebook, aqui.

Os primeiros livros a publicar pela 20|20 Editora em 2019

O Homem do Mês: Janeiro, Fevereiro, Março, de J. Kenner
Ser Humano: Manual de Instruções, de Ruby Wax

O Voluntário de Auschwitz, de Witold Pilecki
O Mel do Leão: O Mito de Sansão, de David Grossman


Coração Duplo, de Marcel Schwob
The LEGO® MOVIE 2: Perigo Duplo, de Lego

Pinóquio
Adaptado da obra de Carlo Collodi
com ilustrações de Luna Scortegagna

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

A mais recente biografia fotográfica de Gandhi já está à venda

Gandhi - Fotobiografia
de Pramod Kapoor

Esta obra resulta de uma pesquisa intensiva e acompanha a vida de Gandhi através de fotografias provenientes de todo o mundo.
O texto, cronológico, e as imagens que o ilustram destacam as complexidades únicas de Gandhi: os seus fracassos e os seus êxitos, as relações íntimas que manteve com os seus contemporâneos, e o difícil relacionamento que teve com a própria família.
Uma obra de amor e uma tentativa de retratar os métodos de Gandhi e de transmitir a sua mensagem a uma nova geração de leitores.

«Até as pessoas familiarizadas com a história de Gandhi descobrirão neste comovente livro algo que as surpreenderá, deliciará e informará.»
Sunil Khilnani

Gripe, violência doméstica e vitimologia entre os temas de novos livros da Lidel e Pactor

Manual sobre a gripe
História, epidemiologia, clínica, diagnóstico e terapêutica
de Helena Rebelo-de-Andrade | Filipe Froes
Embora todas as pessoas pensem saber bem o que é a gripe, uma doença habitual, especialmente durante as semanas mais frias do ano, motivos de ausências inesperadas, faltas escolares, ao trabalho ou a compromissos, a verdade é que a doença, seu agente viral e o seu potencial de gravidade serão pouco conhecidos. Desvende o que ainda não sabe lendo esta obra!


Violência Doméstica e de Género
coordenação de Isabel Dias
A violência doméstica e de género é historicamente persistente. Está instalada de forma profunda na estrutura da sociedade e surpreende-nos constantemente. Implica um conjunto de ações e atividades multifacetadas. Assume inúmeras formas e atinge pessoas cujos direitos fundamentais são violados pelos agressores e pela falta de respostas ajustadas às suas necessidades. Suscita, por isso, questões complexas de análise teórica, bem como o desenvolvimento de políticas e de respostas sociais.
Este livro surge assim com o objetivo de evidenciar a relação fundamental que tem de existir entre investigação, análise teórica, políticas sociais e intervenção junto das vítimas e dos agressores conjugais.

Da mesma autora: Diagnóstico da Infeção VIH/Sida (2012) e Sociologia da Família e do Género (2015).


Desvio, Crime e Vitimologia
coordenação de Mauro Paulino | João C. Alchieri
Partindo de uma abordagem interdisciplinar aplicada ao comportamento desviante e ao fenómeno criminal, esta obra constitui um contributo amplo e relevante para a compreensão de temáticas extremamente atuais. Autores nacionais e internacionais escrevem sobre e para diferentes intervenientes de um complexo sistema, que inclui a vítima, emergindo daí temas como: a vitimologia, enquanto estudo científico das vítimas e do processo de vitimização; o agressor juvenil e o agressor adulto; os órgãos de polícia criminal, que se confrontam, entre as várias exigências, consigo próprios, lançando para a discussão a questão do suicídio nas forças de segurança; o contexto prisional; e, por fim, a própria justiça.

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Editora Documenta lança livro de memórias da pintora mais famosa do século XVIII


Memórias
Os anos do exílio em Itália (Volume 1)
de Élisabeth Vigée Le Brun

«Pintar e viver nunca foram, para mim, senão uma e a mesma coisa.»

Figura controversa na sua época, Jean-Jacques Rousseau é o autor escolhido por Élisabeth Vigée Le Brun [Paris, 1755-1842] para dar voz à epígrafe das suas Memórias. A escolha, não sendo inocente, revela-se mesmo inevitável. Mais do que as memórias da pintora oficial da rainha Maria Antonieta, ou do seu exílio de doze anos, as páginas de Vigée Le Brun reflectem um ponto de vista idêntico ao que encontramos nos textos de Rousseau, sobretudo nas Confessions ou Rêveries: o da sensibilidade que vive no olhar, o da subtileza e cadência da poesia, o da verdade de um ritmo musical ou dos múltiplos matizes da cor, o da convicção que se forma na audácia de quem se confessa sugestionável ou na intimidade visionária de quem cria. É sob esta luz que se desdobram os acontecimentos relatados pela autora.
[…]
Memórias ou autobiografia, estamos perante um texto que se divide em dois grandes momentos (dos quais o primeiro se publica agora em tradução). Esta primeira parte, ou volume, consta das doze cartas à princesa Kurakin (relato da vida da autora, incluindo uma viagem à Flandres, as sessões de pintura com a rainha Maria Antonieta, os anos que antecederam a Revolução, até 1789, e a sua saída de Paris) e dos dez capítulos (correspondentes a cerca de dois anos e meio, entre 1789 e 1792) que relatam a fuga e o percurso através dos Alpes e a sua estada em Itália, até à partida para a Áustria, continuando o exílio que durou cerca de doze anos.
[Maria Etelvina Santos, tradutora]

A autora
Nasceu em Paris no ano de 1755.  Foi uma das grandes retratistas do seu tempo. Tendo nascido no seio da pequena burguesia, acabará por encontrar o seu lugar entre os grandes do reino, especialmente junto do rei e da sua família, acabando por se tornar a pintora oficial da rainha Maria Antonieta.
A sua vida atravessou momentos cruciais da história de França, antes e depois da Revolução Francesa, tendo acabado por se ver forçada a sair de França, em doze longos anos de exilio que a levaram a viver em vários países europeus, como a Itália, a Áustria e a Rússia. No seu percurso durante os anos de exilo o talento de Élisabeth Vigée Le Brun foi sendo reconhecido por diversas academias artísticas.
Onde quer que tenha estado, nos momentos e nos ambientes mais aparazíveis e nos mais atribulados, nunca parou de pintar e, ao mesmo tempo, de contactar directamente com as obras dos grandes artistas contemporâneos e do passado. É disso que nos falam as suas Memórias, uma verdadeira galeria de «pintura» de um tempo incontornável da história de França e da Europa. Morreu em Paris no ano de 1842.

terça-feira, 20 de novembro de 2018

«Sangue e Fogo», o novo livro de George R. R. Martin

É publicado hoje nos Estados Unidos, pela editora Bantam Books, o novo livro de George R. R. Martin: Fire & Blood. Daqui a três dias este primeiro volume da saga 'A História dos Reis Targaryen', estará disponível nas livrarias portuguesas, com o selo da Saída de Emergência. Sangue e Fogo é o título da edição portuguesa.

Sinopse
A emocionante história dos Targaryen ganha vida neste trabalho magistral do autor de As Crónicas de Gelo e Fogo.
Séculos antes dos acontecimentos de A Guerra dos Tronos, a Casa Targaryen – a única família de senhores dos dragões a sobreviver à Perdição de Valíria – fez de Pedra do Dragão a sua residência. Sangue e Fogo inicia a sua narração com a história do lendário Aegon, o Conquistador, criador do Trono de Ferro, e prossegue com o relato das gerações de Targaryen que lutaram para manter o icónico trono, até à guerra civil que praticamente destruiu esta dinastia.
O que aconteceu realmente durante a Dança dos Dragões? Porque se tornou tão perigoso visitar Valíria depois da Perdição? Qual a origem dos três ovos de dragão de Daenerys? Estas são apenas algumas questões a que esta obra essencial dá resposta pela mão de um reconhecido meistre da Cidadela e das trinta e quatro ilustrações a preto e branco.
Sangue e Fogo apresenta pela primeira vez o relato completo da dinastia Targaryen, permitindo uma compreensão perfeita da fascinante, dinâmica e por vezes sangrenta história de Westeros.

«O Secador de Livros», de Carla Maia de Almeida e Sebastião Peixoto

Editora: Caminho
Data de publicação: 25-09-2018
N.º de páginas: 32
Todos os leitores que andam sempre com um livro para todo o lado, já viram por entre as suas páginas areia, humidade ou os livros acumularem pó nas estantes. Há quem manuseie com cuidado as páginas e é obsessivamente protector dos seus livros ao ponto de não os emprestarem, não os sublinharem, e leem-nos com a máxima cautela e devoção, para depois de virada a última página, os livros irem direitos para as estantes e aí permanecerem ainda como novos. Há quem chame paranoia, há quem chame amor.
Há uma família que figura num novo livro infantil que pelo amor que tem aos livros — um amor «tão grande, tão forte, tão dedicado» —, decide inventar uma máquina para combater as nódoas, o pó e as traças dos seus livros. Todos os membros da família Bronca tem uma relação de paixão para com o objecto-livro, começando pelo patriarca, o avô Ernesto, até ao pré-leitor de fralda e chucha Nicolau. Os dez membros desta família «quando começavam a ler, era como se entrassem noutro mundo», e por isso não é de estranhar que uns leem à chuva, outros enquanto tomam banho, outros enquanto pescam, outros enquanto preparam a comida. Essa sensação de estarem num mundo à parte, faz com que os livros fiquem em mau estado. Então, depois de inventarem um lavador de livros, que não resolve por completo o problema da família com os livros, a prima Patrícia, que é ágil a solucionar enigmas, desvenda um secador muito utilitário.
O Secador de Livros, a mais recente obra infantil da jornalista, escritora e tradutora Carla Maia de Almeida (já traduziu para português vários títulos infanto-juvenis de autores de renome no panorama mundial de livro infantil, como Maurice Sendak, Judith Kerr e Tomi Ungerer), é uma história encantadora sobre uma família muito peculiar, daquelas que todos os leitores que têm amor aos livros gostariam de pertencer. O sentimento de união, de falar a mesma língua (leia-se um assunto comum entre todos), está bem patente nesta história sobre um tipo de amor.
Impossível descurar toda a parte ilustrativa deste sexto livro da autora que a Editorial Caminho publica (após O gato e a Rainha Só, Não Quero, Óculos, Ainda Falta Muito?, Onde Moram as Casas e Amores de Família). Sebastião Peixoto tem quota-parte no magnificente resultado final de O Secador de Livros. As ilustrações que preparou para adornar esta obra têm o seu traço e estilo bem próprios (figuras esguias, narizes pontiagudos e esfumados, olhos negros, etc.), possíveis de reconhecer nos mais de dez livros que tem publicados (na Opera Omnia, na Livros Horizonte e na LeYa editoras).
Uma nota para o paginador do livro: poderia ser evitado a repetição, por três vezes, da mesma página dupla. O conteúdo das páginas de sobrecapa iniciais e finais poderia ter sido montado de forma menos repetitiva.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Novos livros da Pergaminho: «Vampiros Emocionais» e «A Terapia da Luz»

Vampiros Emocionais, de Christiane Northrup
Todos conhecemos pessoas assim: pessoas que parecem «sugar-nos» a energia, pessoas que, assim que entram numa sala, parecem enchê-la com uma nuvem negra, pessoas que exigem tudo e não dão nada… a não ser mais exigências. Contudo, estas pessoas não parecem, a uma primeira vista, desagradáveis ou impositivas. Pelo contrário: são sedutoras, simpáticas, envolventes… são manipuladoras por excelência. Como as podemos identificar? E o que podemos fazer para não cair nas suas estratégias de manipulação?
Christiane Northrup, autora de bestsellers internacionais e uma das autoras de espiritualidade de maior destaque nos EUA, revela o funcionamento da dinâmica destas relações e explica como podemos reconhecê-las, evitá-las ou sair delas. Um livro incontornável sobre um tema profundamente atual.

Da mesma autora: Deusas sem Idade (2016)


A Terapia da Luz, de Karl Ryberg
Luz elétrica, luz natural, luz branca dos espaços de trabalho e comerciais, luz trémula dos ecrãs de computador, telemóvel e televisão, luz difusa nos quartos de dormir: o tipo e a qualidade de luz a que estamos expostos tem um forte impacto na nossa saúde e bem-estar - um impacto de que até agora sabíamos muito pouco. A nossa «dieta de luz» é tão importante como a de nutrientes; viver com a luz certa melhora não só a qualidade de visão, mas também combate o stresse e fortalece o sistema imunitário. A luz é a fonte primária de energia para todas as formas de vida - incluindo a do ser humano! O nosso cérebro alimenta-se, literalmente, de fotões luminosos. A luz é o software que mantém a mente ativa e atenta. Mas essa energia não surge por acaso. Viver com a luz certa é uma forma de arte - há quem lhe chame uma alquimia.
Anda a alimentar o seu cérebro da maneira correta? Quanta luz lhe dá por dia, e de que tipo? Será luz solar natural, defletida de modo ótimo, ou luz artificial branca e sem filtro? Quanto brilho de ecrã obriga o seu pobre cérebro a digerir? Aprenda aqui a identificar a luz mais saudável para viver em cada momento do dia, de maneira a construir uma dieta ótica que lhe permita ter uma vida mais tranquila, feliz e produtiva.

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Nova edição de «O Natal de Poirot», da autoria da melhor escritora de policiais do século XX

Hercule Poirot's Christmas é um romance policial de Agatha Christie, publicado em 1938. A adaptação para a televisão deste mistério protagonizado por Poirot - interpretado na tela pelo actor David Suchet - aconteceu em 1994. 
Em Novembro de 2002 a ASA publicou O Natal de Poirot. Agora, dezasseis anos passados, esta chancela da LeYa volta a disponibilizar este título nos escaparates livreiros, através de uma nova colecção pensada a nível de design para os jovens leitores.

Sinopse
É véspera de Natal. A reunião da família Lee é interrompida por um ensurdecedor barulho de mobília a partir-se, seguido de um grito de agonia. No andar de cima, o tirânico Simeon Lee é encontrado morto. Quando Poirot entra em cena percebe que, estranhamente, o ambiente não é de luto, mas de desconfiança mútua… é que a vítima era odiada por todos. Cabe ao genial detetive a tarefa de descobrir quem foi capaz de passar das palavras aos atos.

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Frida Kahlo e Anne Frank são algumas das personalidades retratadas em nova colecção infantil

Meninas pequenas, GRANDES SONHOS é uma colecção de contos da autora espanhola Mª Isabel Sánchez Vegara e que agora chega a Portugal com o selo da Editora Nuvem de Tinta. Esta série presta tributo a algumas das mulheres mais importantes da nossa história, para que as crianças de hoje saibam quem foram e o que alcançaram com a sua determinação. Estes livros infanto-juvenis são recomendados para leitores a partir de 4 anos.

Frida Kahlo, Teresa de Calcutá, Anne Frank e Amélia Earhart são as personalidades retratadas nos primeiros 4 títulos desta colecção.

Desta colecção infantil, em Espanha, já foram publicados livros sobre Coco Chanel, Agatha Christie, Audrey Hepburn, Ella Fitzgerald, Jane Austen e Simone de Beauvoir. Em 2019 estão previstos serem lançados livros sobre homens que tiveram grande importância na História, como Stephen Hawking, David Bowie, Gandhi, Muhammad Ali e Bruce Lee.
Frida Kahlo
Um trágico acidente mudou tudo para a pequena Frida Kahlo. Presa a uma cama, deu asas à imaginação e libertou-se através da arte: o sonho de se tornar uma grande pintora transformou a sua vida numa lição de irreverência e independência para todos nós.

Teresa de Calcutá
Agnes sonhava com uma vida dedicada a ajudar os outros. Ainda pequena, deixou a sua casa e partiu para um país longínquo, muito diferente do seu, para cumprir a missão mais importante de todas: preencher os vazios deste mundo com um amor e uma esperança sem limites.

Anne Frank
Anne Frank viveu um momento trágico e excepcional da história do mundo, mas nunca perdeu a esperança e alimentou sempre o seu maior sonho: ser escritora. Hoje, é por esse sonho tornado realidade que a conhecemos.

Amelia Earheart
A pequena Amelia Earhart tinha os pés bem assentes na terra, mas o seu sonho era andar com a cabeça nas nuvens. Um dia, o seu sonho de menina concretizou-se e Amelia tornou-se a primeira mulher a rasgar as nuvens sobre o Oceano Atlântico, de avião.

Novidades das Edições Sílabo

Como Investir no Seu Cérebro?
Um guia prático para melhorar a qualidade de vida e a saúde mental
de Álvaro Fernández Ibáñez e Elkhonon Goldberg
Todos sabemos que devemos investir na nossa saúde, na nossa educação, na nossa carreira profissional, em planos de poupança. Mas poucos sabem porque e como investir no nosso mais importante recurso: o cérebro. Numa área tão apaixonante e nova como é a da ciência do cérebro, este livro é um guia estimulante e prático, com valiosa informação e conselhos úteis para que o leitor possa melhorar o rendimento atual e futuro do seu cérebro, enriquecendo deste modo a sua qualidade de vida e saúde mental.

«Uma abordagem séria sobre os cuidados a ter com o nosso cérebro. Visto e explicado de forma simples, o livro surge como um guia prático, mostrando um caminho que qualquer um de nós pode percorrer. As recentes descobertas científicas sobre a saúde mental são partilhadas em forma de jogo, numa linguagem acessível e realista.»
José Morais da Silva
Professor Universitário. Mestre em Psicologia das Emoções.
«Este livro não é só mais um livro descrevendo as funções cerebrais, pelo contrário ele revê com rigor científico a literatura atual, chamando a atenção para as fontes de informação que são mais fidedignas – cuidado com as notícias dos jornais! – e trazendo as respostas dos próprios autores num diálogo simples. Em tempos li algures que nos faltava um livro de instruções para cuidarmos de nós próprios e do enorme valor daquilo que possuímos em termos de competência mental. Aqui fica uma importante contribuição para esse objetivo (...). Leiam, então, este precioso livro (...).»
Alexandre Castro Caldas
Professor Catedrático de Neurologia – Universidade Católica de Lisboa.
Diretor do Instituto de Ciências da Saúde.

«Descomplicado, rigoroso, com conselhos práticos, este é um livro de extrema utilidade e atualidade. Obrigatório para todos os que desejam ser donos de uma boa saúde cerebral e que pretendam obter um domínio inteligente do seu cérebro.»
Vasco Catarino Soares
Psicoterapeuta, Neuropsicólogo, autor do livro Exercite o seu Cérebro

«Um daqueles livros que ninguém pode ignorar. Perspicaz, conciso e útil. Um livro para todas as pessoas que desejem trabalhar e viver de um modo saudável e inteligente, baseado na moderna neurociência».
Dr. Tobías Kiefer
Diretor-Geral da Aprendizagem e Desenvolvimento, Booz & Company.

«Reconhecido pela AARP [American Association of Retired Persons] como uma das fontes de informação de maior qualidade, este livro consegue ser simultaneamente imparcial e crítico – um bom modelo a seguir»
Dr. Peter Whitehouse
Professor de Neurologia da Universidade da Case Western Reserve.

«Este é o único livro que conheço que integra, de um modo descomplicado e acessível, a informação mais recente acerca da saúde cognitiva ao longo da vida».
Arthur Kramer
Professor de Psicologia da Universidade do Ilinóis.


Psicologia da Aprendizagem
Paradigmas, Motivação e Dificuldades
de Diana Dias
Numa linguagem clara, objetiva e descomplicada, este livro apresenta uma visão panorâmica e aprofundada da Psicologia da Aprendizagem, a ciência que suporta as práticas para que se aprenda mais e melhor.
Em quatro capítulos, a autora enquadra e fundamenta a área de intervenção, apresenta as teorias e seus paradigmas, bem como os aspetos motivacionais da aprendizagem e, no final, as dificuldades com que o processo se pode deparar.
Com este livro, o leitor aprenderá e aprofundará conhecimentos que lhe permitirão analisar e compreender o processo de aprendizagem e desenvolvimento humano no contexto dinâmico e abrangente em que este se desenrola.
Uma leitura recomendável para estudantes e profissionais de Psicologia, professores, educadores, pais e cuidadores e para todos aqueles que pretendam aprender a aprender melhor para conseguir, deste modo, potenciar as suas capacidades e o seu desenvolvimento.
«Este livro vem colmatar uma lacuna nas produções científicas em Portugal, situa-se no âmbito da formação psicológica, seja de psicólogos seja de professores, podendo ter utilidade para todos aqueles que se preocupam com as questões da aprendizagem.»
Feliciano Veiga
Professor Catedrático do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

«A Psicologia da Aprendizagem é uma área com grande importância na Psicologia e em outras ciências, pois baliza estudos acerca dos processos psicológicos de humanização e desenvolvimento, bem como explicações ontológicas para a organização sociocultural e cidadã. Com essa obra, a autora oferece um amplo e fundamentado arcabouço
epistemológico, teórico, metodológico e prático para estudos aprofundados na área. Destaca-a se o cuidado da autora em oferecer ao leitor ampliação bibliográfica para consulta e aprofundamento temático. A linguagem objetiva, clara e acessível torna o livro material fortemente recomendado para a formação inicial e continuada de psicólogos, professores e demais profissionais que se dedicam ao ofício do ensino e da investigação da aprendizagem humana.»
Claisy Marinho
Professora e pesquisadora do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília – Brasil


Terrorismo Religioso
A Realidade no Feminino
de José Filipe Pinto
Uma temática que nos toca a todos numa conjuntura em que o mundo vive sob a ameaça do terrorismo global que invoca motivações religiosas. A mulher como personagem central. Uma realidade tridimensional: a terrorista, a vítima do terrorismo e a agente contraterrorista.
O que é o terrorismo religioso global? O que leva a mulher a tornar-se terrorista? Quais os papéis que a mulher desempenha no terrorismo? Poderá a mulher ser uma mais-valia para controlar o fenómeno terrorista? Estas são algumas das questões que este livro aborda e a que procura responder.
Uma leitura necessária. Para perceber o fenómeno. Evitar alarmismos e ultrapassar preconceitos.

Para mais informações sobre estes livros e para ler um excerto de cada título, visita o sítio de internet das Edições Sílabo.

O derradeiro livro de despedida de Stephen Hawking

Existe um Deus?
Como começou tudo?
Podemos prever o futuro?
Viajar no tempo será possível?
Existirá mais vida inteligente no universo?
Ficará a Inteligência Artificial mais inteligente do que nós?
O que existe dentro de um buraco negro?
Devemos colonizar o espaço?
Como moldamos o futuro?
Sobreviveremos na Terra?
Estas são algumas das perguntas a que o cosmólogo britânico Stephen Hawking (1942-2018) responde em Breves Respostas às Grandes Perguntas, o seu abrangente, apaixonante – e sempre bem-humorado – último livro.
A derradeira obra de uma das mais brilhantes mentes da História, onde o físico - considerado um dos maiores pensadores do mundo - partilha a sua perspectiva sobre as mudanças que todos nós, enquanto espécie humana, enfrentamos, e sobre que destino está reservado ao nosso planeta.
Esta obra a publicar pela Editorial Planeta a 20 deste mês, inclui prefácio do actor Eddie Redmayne, introdução do Professor Kip S. Thorne, Prémio Nobel da Física, e posfácio da sua filha Lucy Hawking.

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Rumo Editora publica «Desperta», do coach e orador motivacional Rafael Nacif

Desperta
Controla o teu dia e vive uma vida cheia de propósito
de Rafael Nacif
Tens a vida que desejas? Sabes qual é o verdadeiro propósito da tua vida? Vives de forma plena e realizada? Ou estás distante dos réus sonhos, arrastando os teus dias de forma apática e sem brilho? Chegou a hora de DESPERTAR. Chegou a hora de teres a coragem de lutar pelos teus sonhos. Nestas páginas, Rafael Nacif vai ajudar-te a aceder a chama que tens dentro de ti e a desenvolveres todo o teu potencial.
Através de uma leitura prática, divertida e contagiante, descobrirás caminhos simples e poderosos que irão causar uma autêntica revolução na tua vida.
Não existe maior arrependimento do que chegar ao fim desta caminhada e perceber que não se ousou viver em real propósito. Isso vai mudar agora, não importa a tua idade. Há uma voz a sussurrar ao teu ouvido: DESPERTA. Tomar o controlo da vida está literalmente nas tuas mãos.

«A Morte do Comendador», o novo romance de Haruki Murakami

Deu entrada hoje nas livrarias o novo livro do escritor japonês Haruki Murakami.
Dividido em duas partes, A Morte do Comendador elege a música e a pintura como artes privilegiadas e aborda a solidão e o amor, a arte e o mal, temas bem conhecidos dos leitores, a par da paternidade, tópico inédito nos romances deste autor, considerado pelo The Guardian «um dos maiores romancistas da atualidade». Uma das narrativas mais ambiciosas de Haruki Murakami, este novo romance publicado pela Editora Casa das Letras constitui uma homenagem a O Grande Gatsby, a magnum opus de F. Scott Fitzgerald.

Pedro Chagas Freitas regressa com novo romance

O Amor Não Cresce Nas Árvores é o título do novo romance de um dos autores mais vendidos em Portugal, que mais uma vez inova na construção da narrativa e na forma original como propõe a leitura das diferentes histórias que conta. Este livro de Pedro Chagas Freitas é publicado pela Oficina do Livro.
Uma grande história de amor.
O diário de uma adolescente.
Uma intriga política.
Uma sátira inesperada.
Um delírio mediático.

Cinco cores, cinco géneros, milhões de possibilidades de sequência de leitura, um só romance.
O Amor Não Cresce Nas Árvores é provavelmente o livro mais original que terá a oportunidade de ler.
Pode lê-lo como todos os outros, do princípio até ao fim, sem se preocupar com as cores.
Pode ler a história completa de cada uma das cores separadamente e de forma contínua.
Pode tornar a experiência ainda mais radical e interactiva através da nossa APP onde encontrará um dado que lhe indicará qual a sequência e a cor que deve ler a seguir. Poderá depois partilhar e conhecer as experiências de leitura de outros leitores.
No final, será sempre o mesmo romance mas terá vivido uma experiência diferente em cada uma das opções.

O livro com as previsões astrológicas de Paulo Cardoso para 2019

Astrologia e Guia do Amor 2019
Paulo Cardoso traz-nos as suas habituais previsões, elaboradas com todo o rigor, considerando não apenas o Signo Solar, mas levando em conta o dia de nascimento. Ou seja, em vez de 12 previsões generalistas apresenta 365 diferentes tipos de cálculos.
Mais uma vez, o leitor terá uma perspetiva que lhe poderá ser útil para encarar de um modo diferente as dificuldades que eventualmente esteja a sentir e dar mais atenção às possibilidades que o ano de 2019 irá trazer-lhe.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Paulinas Editora publica nova história infantil do padre italiano Stefano Gorla

O ratinho Jorge e o papa Francisco visitam a Terra Santa
Escrito por Stefano Gorla e ilustrado por Ivano Cerani
«Lembram-se de mim? Eu sou o ratinho Jorge e vivo em Roma com a minha numerosíssima família. Tenho um amigo muito especial: o papa Francisco! Querem saber um segredo? Quando o meu amigo Papa foi à Terra Santa, eu também lá estive, dentro da sua pasta preta. E também voei mais alto do que as gaivotas. Não acreditam?! Então leiam.» Depois da História do ratinho Jorge e do Papa que se tornou seu amigo, voltam as simpáticas incursões do ratinho mais afortunado de Roma. Nesta nova aventura, o papa Francisco leva o ratinho Jorge aos lugares onde Jesus viveu, para que ele aprenda a conhecê-lo e se torne seu amigo.

domingo, 11 de novembro de 2018

Um mistério de Natal assinado pelo britânico J. Jefferson Farjeon

aqui as primeiras páginas
Mistério em Branco - Um Crime no Natal foi publicado originalmente em 1937 e reeditado em 2014, com grande êxito, na colecção de clássicos da British Library, voltando a revelar-se um bestseller internacional.

Este romance policial do escritor inglês J. Jefferson Farjeon, um dos mais aclamados autores da literatura policial do seu tempo, conta uma história de mistério e terror em época natalícia. A Editora Livros do Brasil acaba de lançar este livro pertencente à colecção Vampiro, nova série. Artur Lopes Cardoso assina a tradução.

Texto sinóptico
Em vésperas de Natal, um intenso nevão obriga um comboio a interromper viagem junto à pacata aldeia britânica de Hemmersby. Perante uma espera sem previsões de terminar, um grupo de passageiros decide sair para procurar refúgio e, atravessando o manto branco que teima em não amainar, depara-se por fim com uma casa escondida entre a folhagem. A porta está aberta e lá dentro a lareira brilha e o chá está posto na mesa, mas não se encontra vivalma. O que terá acontecido aos seus habitantes? O dia de Natal aproxima-se e, ainda sem anfitriões, o grupo de desconhecidos começa a explorar esta estranha casa. Mas entre eles há um assassino pronto a revelar-se.

O autor
Joseph Jefferson Farjeon nasceu em Londres em 1883 numa família ligada às artes do espetáculo e à literatura. Autor de mais de sessenta histórias de crime e suspense, Farjeon começou a publicar em 1924 e foi um dos mais aclamados escritores de policiais do seu tempo, apontado por Dorothy L. Sayers como «inigualável pela capacidade de introduzir o horror em aventuras de mistério». Entre as suas obras destaca-se a peça Number Seventeen, adaptada ao cinema em 1932 por Alfred Hitchcock. J. Jefferson Farjeon morreu em Hove, em 1955.

sábado, 10 de novembro de 2018

Passatempo: «A Morte Feliz», de Albert Camus

Esgotado há décadas, o romance A Morte Feliz, de Albert Camus, acaba de voltar às livrarias numa edição a cargo da Editora Livros do Brasil.
Para te habilitares a ganhar um exemplar deste livro, escrito quando o autor tinha vinte e poucos anos, só tens de deixar um comentário neste, neste ou neste post, escrevendo o título do livro deste autor que mais gostaste de ler e porquê. Se não tiveres lido nenhum ainda, diz qual o que gostarias de ler. Escreve o teu e-mail também depois do comentário, para que caso sejas o vencedor, seres contactado.
O passatempo termina no dia 16 de Novembro e no dia seguinte o vencedor será contactado. Só quem reside em Portugal poderá participar.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Romances que estão quase a aterrar nas livrarias

Sob Um Céu Escarlate, de Mark Sullivan
Pino Lella não quer nada com a guerra ou com os nazistas. Ele é um adolescente italiano normal – obcecado por música, comida e miúdas, mas os seus dias de inocência estão contados. Quando a sua casa em Milão é destruída pelas bombas dos Aliados, Pino ajuda judeus a escapar dos Alpes e apaixona-se por Anna, uma bela viúva seis anos mais velha do que ele. Numa tentativa de protegê-lo, os pais de Pino forçam-no a alistar-se como soldado alemão – julgando que assim o manteriam longe de combate.
Mas Pino é ferido e depois recrutado, aos dezoito anos, como motorista pessoal do general Hans Leyers, o caudilho de Adolf Hitler na Itália, e um dos comandantes mais misteriosos e poderosos do Terceiro Reich. Agora, com a oportunidade de espiar o Alto-Comando Alemão, Pino luta em segredo, suportando os horrores da guerra e da ocupação, tendo a sua coragem reforçada pelo seu amor por Anna e pela vida que ele sonha que um dia compartilhar.

A Herança de Judas - Força Sigma, de James Rollins
Nas profundezas do oceano Índico surge uma praga que devasta a humanidade -uma doença desconhecida, imparável... e mortal. Mas é apenas a ponta do icebergue, o prenúncio de uma desgraça. A bordo de um barco de cruzeiro transformado em hospital improvisado, a Dra. Lisa Cummings e Monk Kokkalis agentes da Força SIGMA buscam respostas para este estranho mal. Mas nem todos têm as mesmas intenções altruístas.
Num ataque rápido e feroz, terroristas sequestram o navio, transformando o que era um lugar de misericórdia num laboratório flutuante de armas biológicas. Longe dali, Gray Pierce, o comandante da Força SIGMA, destrói os projetos sinistros de um presumível assassino que detém a primeira pista para a descoberta de uma possível cura. Pierce associa-se à mulher que o queria morto, e juntos embarcam numa busca surpreendente, seguindo o rasto do mais fabuloso explorador da história: Marco Polo. A pandemia mundial sai rapidamente do controlo e o tempo torna-se um inimigo. Gray e a sua improvável aliada veem-se perseguidos por um louco implacável e confrontados com um mistério surpreendente que se perde no código genético da humanidade.

O Grande Golpe, de John Grisham
Mark, Todd e Zola foram para a faculdade de direito para mudar o mundo, para o transformar num lugar melhor. Mas agora, já no terceiro ano, os amigos percebem que foram enganados. Contraíram empréstimos pesados para poderem frequentar uma faculdade privada de direito tão medíocre que os seus formandos raramente conseguem bons empregos. E, quando descobrem que a escola faz parte de uma rede obscura percebem que foram apanhados numa burla.
Mas talvez haja uma saída. Talvez haja uma maneira de escaparem à dívida esmagadora, denunciando o esquema enganoso e ganhando algum dinheiro no processo. Mas, para isso, terão primeiro de abandonar a escola. Abandonar a faculdade de direito alguns meses antes da licenciatura parece pouco sensato.

Olha Por Mim, de Daniela Sacerdoti
A vida de Eilidh Lawson está num momento de crise. O insucesso de prolongados tratamentos de fertilidade, o marido infiel e a família asfixiante levaram-na aos limites. Em busca de alívio, Eilidh procura consolo no único lugar onde já se sentiu em casa - uma pequena aldeia nas Terras Altas escocesas. Aí, Eilidh começa lentamente a recompor-se mas rapidamente percebe que, na aldeia, não é a única que recupera de um passado doloroso.
Também Jamie McAnena, amigo de infância de Eilidh, tenta reencontrar-se e criar sozinho uma filha, Maisie. Embora Jamie e Eilidh resistam, circunstâncias peculiares continuam a aproximá-los.

Nas Brumas da Noite, de Sandra Byrd
Em 1858, a jovem Rebecca Ravenshaw, filha de missionários, volta a Inglaterra após a morte dos pais, na Índia. Ao regressar, descobre que a sua identidade é questionada por todos, uma vez que uma impostora, que entretanto morreu, se fez passar por ela, assumindo o seu nome e ficando com a propriedade e o dinheiro da família.
Rebecca vê-se então obrigada a provar quem é para herdar o que lhe é devido, pois os seus bens estão agora na posse do Capitão Whitfield, um parente distante. Mas, sem o esperar e contra a sua vontade, Rebecca acaba por se apaixonar?
Estará o Capitão Whitfield igualmente apaixonado por Rebecca, tal como aparenta, ou apenas interessado na herança? E correrá Rebecca o risco de o seu destino ser o mesmo da pessoa que se fez passar por ela?