domingo, 27 de fevereiro de 2022

Passatempo: Oferta de 3 livros infanto-juvenis recomendados pela Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP)


Passatempo a decorrer na página deste blogue no Facebook, aqui.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022

Dom Quixote publica «A Mais Breve História da Rússia», de José Milhazes

Dos Eslavos a Putin sem esquecer os Czares, o jornalista que foi durante décadas correspondente em Moscovo da TSF e da SIC, percorre a história da Rússia para contextualizar os conflitos mais recentes. A Mais Breve História da Rússia inclui dezenas de fotografias e mapas – além de uma cronologia e de bibliografia aconselhada para quem quiser saber mais – para ficar a conhecer a geografia, os povos, as grandes figuras, efemérides e feitos.
Nação de proporções colossais ou continente? Luz do mundo ou terra condenada? Aliada da Europa e do Ocidente ou sua adversária mortal? Território de santos, czares, poetas, conquistadores, revolucionários e músicos, a Rússia é um enorme mistério que importa desvendar. Esconde uma história tão rica, antiga e diversa quanto desconhecida. José Milhazes, o grande especialista português da Rússia, propõe neste livro uma viagem fascinante que atravessa os milhares de anos da história, da cultura e da civilização russas, que começa nos povos eslavos vários séculos antes de Cristo e acaba na actualidade, com Putin.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

«A Intransigente Defesa da Arte», de Oscar Wilde

Editora: Guerra & Paz
Data de publicação: Janeiro de 2022
N.º de páginas: 128

Oscar Wilde é o autor do mais recente título da coleção Livros Negros, da Guerra & Paz Editores. Publicação inédita em Portugal, A Intransigente Defesa da Arte: Transcrição de um Julgamento Sórdido, apresenta aos leitores a totalidade do que foi proferido no primeiro julgamento, de três, que deliberou a condenação do escritor, poeta e dramaturgo mais sensacionalista e provocante das últimas décadas do século XIX.
Localizemo-nos em Londres, no ano 1895.
Tudo começa com o relacionamento entre Oscar Wilde e Lord Alfred Douglas (“Bosie”), o filho de John Douglas, o Marquês de Queenberry. Ambos se conheceram quatro anos antes, e mesmo com uma diferença de idade de 16 anos, tornaram-se amigos inseparáveis, comparsas na vida boémia e… amantes.
Quando o pai de “Bosie”, conhecido por seus modos grosseiros, descobre a ligação entre os dois, ele confronta o irlandês variadíssimas vezes a respeito da natureza do relacionamento deles, ameaçando-o, tentando fazer com que o dândi desistisse de andar na companhia do filho (Em De Profundis, Oscar, em encarceramento, escreveu: «O que o teu pai queria, de facto, não era a cessação da nossa amizade, mas um escândalo público.»)
Esta perseguição e campanha pública caluniosa contra o escritor torna-se insustentável, quando o Marquês lhe endereça um cartão-de-visita insidioso contendo uma frase, que Wilde a toma como de uma afronta total. Furioso, reage, movendo uma acusação judicial por difamação contra o pai de Douglas.
Nos primeiros três dias do processo, em tribunal, entre depoimentos e acusações, aquele que é até ao dia de hoje conhecido como o grande mestre em criar frases marcadas por ironia, sarcasmo e cinismo, fez uso desse seu dom – ele era um provocador nato – e em alguns momentos deixou o advogado de defesa do réu sem palavras; mesmo quando este lia os excertos mais imorais do controverso O Retrato de Dorian Gray, com o intuito de denegrir a moralidade do esteta.
Mas Oscar Wilde nunca disse a verdade que queriam ouvir...
Na introdução desta obra, indispensável na biblioteca de todos os fãs do autor de várias peças sublimes como Salomé, o editor Manuel S. Fonseca sublinha a pertinência e a actualidade da obra: «este é um manifesto de intransigente defesa da independência da arte, defesa hoje tão válida e necessária como ontem, face aos novos vitorianos que infestam, com a boçalidade e brutalidade da sua pureza, parte dos nossos dias.»
Lembrar que ter relações homossexuais ainda foi considerado um crime em Inglaterra até aos 72 anos que se seguiram a este “julgamento sórdido”.

Excertos
«Quando escrevo uma peça ou um livro, só me preocupo com a literatura, ou seja, com a arte. Não procuro fazer bem ou mal, mas sim uma coisa que tenha qualidade, alguma beleza.»

«Tudo é bom desde que estimule o raciocínio, seja em que idade for.»

«… há pessoas neste mundo que não conseguem compreender a devoção intensa, o afecto e a admiração que um artista pode sentir por uma bela e magnífica personalidade. São estas realidades que nos condicionam a vida.»

«Os Signos São F*didos», um livro divertido sobre os 12 signos do zodíaco

A Editora Farol, uma das chancelas do Penguin Random House Grupo Editorial Portugal, publicará por estes dias Os Signos São F*didos, um livro sem pudores e sem tretas, que vai direito ao assunto e que permite ao leitor saber como guiar as suas relações.

No livro, da autoria de Amelia Wood, «ficará a conhecer melhor as particularidades de cada um dos 12 signos, nos aspetos que verdadeiramente interessam: trabalho, amor, sexo, família e círculo de amizades. Descubra, assim, as melhores formas para atrair, estabelecer relações e lidar com as pessoas na sua vida com base no seu ADN cósmico.»

Excerto
«A sua vida seria mais fácil se tivesse informações privilegiadas acerca daquilo que faz as pessoas vibrarem? Não se sentiria melhor sabendo que o seu colega de trabalho está sempre a cometer erros por ser um Sagitário distraído e não por viver para irritá-lo? Ou que o seu irmão está sempre tão descontraído por ser um Balança equilibrado?
Bem sei, isto parece uma loucura. Mas esta merda é mágica. Saber o signo do zodíaco de um indivíduo pode mesmo dar‑lhe uma vantagem na compreensão de como lidar com as pessoas na sua vida. Como é que se consegue que um Touro apimente as coisas na cama? Com respeito pelo tempo de preparação. Quando é que deve abordar o seu chefe Caranguejo com a sua grande ideia? Obviamente quando tiver dónutes. Porque é que os Gémeos não conseguem tomar a porra de uma decisão? A culpa é sempre dos inocentes. A astrologia tem resposta para tudo.»

Novos livros dos médicos João Carlos Melo e José Roquette


Uma Luz na Noite Escura
A solidão é o mal do século: a epidemia da COVID-19 criou desertos de solidão quase intransponíveis. Com o acesso de cada vez mais pessoas às novas tecnologias podemos estar em contacto virtual com todo o mundo, sem estarmos realmente com alguém. É cada vez mais fácil passarmos longos períodos isolados. Mas o ser humano é um animal social. Impõe-se então perguntar: Sabemos lidar com a solidão? É possível estar só e ser-se feliz? Que prejuízo pode ter para o nosso bem-estar a falta de contacto com outras pessoas?
O autor dá-nos a conhecer casos de experiências de isolamento sob matizes variados, quer de figuras heroicas, quer de pessoas anónimas, introvertidas e extrovertidas, alegres e tristes, enérgicas e calmas, mais fortes ou mais frágeis do ponto de vista psicológico, solitárias e sociáveis. Genuíno Madruga na sua volta ao mundo, João Garcia no topo do monte Evereste, Michael Collins a orbitar a Lua e tantos outros. Estes homens pioneiros e corajosos partilham uma capacidade incomum: a de estarem sozinhos consigo próprios sem sentirem solidão. Mas o que é afinal a solidão? Como é que ela se distingue de estarmos sós? Como evitar sofrer quando a solidão nos toca?

João Carlos Melo é médico psiquiatra, psicoterapeuta, grupanalista e membro titular didata da Sociedade Portuguesa de Grupanálise e Psicoterapia Analítica de Grupo (SPGPAG), full member da Group Analytic Society International (GASI) e assistente graduado do Hospital Fernando Fonseca, onde exerce as funções de coordenador do Hospital de Dia do Serviço de Psiquiatria.
É autor dos livros editados pela Bertrand Reféns das Próprias Emoções e Nascemos Frágeis e Recebemos Ordens para Sermos Fortes.



De Coração nas Mãos
Quando, no final de 2019, entrou numa sala cheia no Terreiro do Paço, José Roquette sabia que à sua frente estava o culminar de uma carreira. Celebrava-se o vigésimo aniversário da inauguração do Hospital da Luz e, igualmente, os seus esforços enquanto diretor clínico. Contudo, no seu íntimo a celebração tinha ainda mais significado. Festejava a sua vitória sobre o cancro. E com ela, todos os profissionais que tinha conhecido nesse caminho, a sua família e todos quantos o haviam acompanhado. Festejava ainda uma vida dedicada à medicina. Vida essa que o levou dos mares gelados da Terra Nova aos corredores estreitos do Hospital de Santa Marta. Dos estaleiros da Docapesca às clínicas privadas da Suíça.
No seu caminho de vida já soma centenas de doentes, famílias, vidas e sonhos. Um legado que se reflete diariamente naqueles que foi privilegiado o suficiente para conseguir ajudar.

José Roquette nasceu em 1946. É atualmente presidente do Conselho Clínico do Grupo Luz Saúde. Ao longo da sua carreira passou por vários hospitais nos setores público e privado, destacando-se como diretor clínico do Hospital da Luz Lisboa, cargo que ocupou até 2019. Foi diretor do Serviço de Cirurgia Cardiotorácica no Hospital de Santa Marta. É membro fundador da European Association of Cardiothoracic Surgery e ocupou várias posições de liderança (incluindo a presidência), tanto na Sociedade Portuguesa de Cirurgia Cardiotorácica e Vascular, como na Sociedade Médica dos Hospitais Civis de Lisboa. Foi condecorado, em dezembro de 2015, com a Ordem do Infante D. Henrique, pelo então presidente da República, Aníbal Cavaco Silva. 

terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

«Anda Daí, Medo» é um dos novos livros direcionados para o público infanto-juvenil

Anda Daí, Medo
de Ana Alexandra Carvalheira e Raquel Russo

Quando somos pequenos a gestão das nossas emoções não é um trabalho fácil. As emoções parecem surgir sem avisar e muitas vezes a criança não as identifica ou compreende. Que frio é este na barriga? Que calor é este nas bochechas? O que é este aperto no estômago?
A proposta deste livro é ajudar a criança a identificar, compreender e lidar com algumas emoções abordadas nas quatro histórias deste livro: medo, raiva e tristeza. A última história permite falar de outros sentimentos e atitudes como a vergonha e a coragem.
De forma a auxiliar a criança neste processo de compreensão das suas emoções, este livro inclui no final de cada história algumas perguntas que ajudam a pensar e a falar sobre cada emoção. Cada questão colocada visa orientar o pequeno leitor no sentido do reconhecimento dos seus próprios sentimentos.
Depois das perguntas, este livro conta ainda com um anexo dedicado aos pais, professores e educadores. Aqui os adultos poderão encontrar sugestões sobre a melhor forma de orientar os pequenos na gestão e compreensão dessas emoções.
No final do livro o leitor irá descobrir uma breve prática de meditação em que o adulto educador pode guiar a criança e que a ajudará no equilíbrio dos seus sentimentos!

Animais Nossos Amigos
de Afonso Lopes Vieira e Dina Sachse

Da autoria do poeta e pedagogo Afonso Lopes Vieira, Animais Nossos Amigos é um clássico para crianças esgotado há muito tempo que constitui um marco da literatura portuguesa para a infâncial.
Integrando o Plano Nacional de Leitura, o livro consta de um conjunto de poemas didácticos sobre animais (cão, gato, burro, bois, abelhas, passarinhos, etc.), vincando a sua ligação à vida rural e urbana e ao Homem.
O seu texto caracteriza-se pelo uso da rima, diferentes figuras de estilo e paralelismos estruturais e sonoros, tornando-o bastante recomendável para crianças entre os 4 e os 12 anos.

O Grande Salto
de Nuria Parera e Carolina Luzón

O Babu era um menino de olhos grandes, um menino perdido num mundo demasiado grande. Um dia chegou o circo e a Romina convidou o Babu a mostrar a sua criatividade.
Um conto sobre a transformação da tristeza e a superação dos obstáculos graças ao poder do riso e da imaginação.


A Menina e o Dinossauro
de Hollie Hughes e Sarah Massini

Naquela noite, as estrelas brilharam ainda mais, com tantos sonhos que passeavam pelo ar. Então, um dinossauro muito dorminhoco preparou-se para acordar.
A Mariana mora numa vila à beira-mar. Vai muitas vezes à praia e gosta de fazer escavações na areia, mas fica sozinha, sem amigos para brincar…
O que procura a Mariana debaixo da areia, junto ao mar? Serão ossos de dinossauro que ela quer encontrar?
Então, certa noite, a Mariana adormece a desejar, do fundo do coração, que o seu dinossauro ganhe vida... e o sonho transporta-a para um lugar mágico, sobre o qual os adultos nada sabem… Shhh, não podemos contar. 

 

Avó Z
de Daniel Gray-Barnett

Uma história muito original, de uma avó extravagante e da magia que traz à vida do seu neto normal.
A vida do Alberto é normal, previsível e monótona. Até que, inesperadamente, no dia do seu aniversário, a avó Z chega à cidade e leva-o numa extraordinária aventura. A vida do Alberto nunca mais será a mesma!
Um livro que fala sobre as relações familiares, a liberdade, os sonhos, a singularidade e a imaginação.
Uma obra multipremiada e aclamada pela crítica, com ilustrações arrojadas, cheia de humor, imaginação e magia. 

 

Sê uma Árvore!
de Maria Gianferrari e Felicita Sala

Aclamado pela crítica, com texto lírico e informativo, e belíssimas ilustrações de uma artista premiada.
Nós, tal como as árvores, vivemos em comunidade. Partilhamos informação e alimentos, tomamos conta uns dos outros, e sabemos que, juntos, somos mais fortes.
Nesta maravilhosa celebração da Natureza, as autoras comparam-nos à beleza e grandeza das árvores, e mostram-nos de que forma elas nos podem inspirar a sermos pessoas melhores.
Um texto em forma de verso que dá a conhecer a vida das árvores e como podemos ser como elas. Informativo e inspirador mostra como elas (e os seres humanos) vivem em comunidade e são importantes para o bom funcionamento do nosso planeta.


A Ágata Tem Medo do Escuro

de Anna Pignataro
A Ágata não gosta do escuro e os comentários do Jorge não estão a ajudar.
Para piorar, sem querer fica fechada numa divisão às escuras no infantário, e toda ela treme de medo. Será que à noite vai conseguir dormir na sua cama?
Uma história sobre aprender a enfrentar os medos.


Os Ovos Misteriosos

de Luísa Ducla Soares e Manuela Bacelar
Cada ovo fechado é um mistério! Será de tartaruga, de pata, de águia, de lagartixa, de algum monstro? Quem adivinha?
Divirtam-se a descobrir e a seguir as tremendas confusões e as aventuras por que passa a boa galinha que chocou uma ninhada de estranhos ovos.
E descubram, ao mesmo tempo, que, afinal, as diferenças podem unir em vez de separar, e que o amor é a coisa mais importante da vida.

O que pensam, o que desejam e o que sentem os adolescentes

Margarida Gaspar de Matos é Psicóloga Clínica e da Saúde. Psicoterapeuta. Professora Catedrática da Universidade de Lisboa na Faculdade de Motricidade Humana. Escreveu vários livros, como Nascidos Digitais e Jovens com Saúde (em parceria com Daniel Sampaio).

Baseado em estudos e evidência científica, Adolescentes pretende auxiliar pais e educadores que se vejam a braços com esse mistério frequente que é compreender os adolescentes. Este livro procura entender quais as suas expectativas e os seus sonhos, e ir ao encontro das suas necessidades físicas e emocionais, aceitando os seus receios e uma forma de estar muito própria desta fase da vida, que se tornou ainda mais exigente com todos os acontecimentos mundiais ligados à pandemia e às suas consequências mais diretas, como o isolamento e as alterações nas relações sociais e meio ambientais.
A especialista Margarida Gaspar de Matos vai, através da sua experiência enquanto investigadora, mas também com testemunhos de adolescentes, mostrar aos leitores ferramentas que ajudam em termos mais práticos e informados a lidar de forma mais tranquila com esta geração que representa o futuro e a mudança.

LIDEL lança «Depressão e Ansiedade», o novo título da coleção Psico

Sinopse
Entre o termo melancolia, atribuído por Hipócrates (460-379 a.C.), e depressão mental, referido por Tuke (1827-1895), decorreram mais de dois milénios de um conceito evolutivo, sendo hoje globalmente aceite que a perturbação depressiva major contribui, mais do que qualquer outra doença, para a limitação das funções ou das potencialidades reconhecidas ao sistema nervoso central.
A sua elevada incidência e prevalência, a idade precoce de início, assim como as suas baixas taxas de recuperação e a elevada comorbilidade contribuem para uma diminuição funcional, a que correspondem custos económicos cada vez mais elevados.
De fácil acesso e consulta rápida, este livro fornece uma visão prática e sucinta sobre o que se considera ser a patologia psiquiátrica com que mais frequentemente o médico se cruza no exercício da prática clínica diária. Apresentando os critérios atuais de diagnóstico e de tratamento, foi redigido tendo em consideração o conhecimento obtido através de resultados atualizados e baseados na evidência clínica. Tem como objetivo transmitir os instrumentos terapêuticos mais utilizados, os seus riscos ou possíveis interações.
Depressão e Ansiedade é, assim, uma ferramenta muito útil para médicos e internos de Psiquiatria, Medicina Geral e Familiar e Medicina Interna, bem como para outros profissionais de saúde que trabalhem na área da saúde mental.

Paulo Torres Martins é consultor em Psiquiatria; Coordenador do Internato de Psiquiatria do Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), EPE — Hospital de Santa Maria (HSM); Assistente Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL).

Editora RH lança «Liderança no Feminino e Masculino»

A primeira novidade de 2022 da Editora RH, Liderança no Feminino e Masculino, aborda um tema actual e controverso da gestão das pessoas.

Texto sinóptico
Liderança no feminino ou liderança no masculino ou simplesmente liderança? Podemos falar em diferentes graus de eficácia ou de efetividade em função de cada estilo de liderança aplicado? Líderes femininos e líderes masculinos gerem de forma distinta a mudança? Qual o estilo de liderança que sofrerá uma maior resistência?
Os autores quiseram, desta forma, abordar a liderança no feminino e masculino e as perspetivas diferenciadas sobre o impacto na gestão da mudança nas organizações, sendo um tema atual e, até, positivamente controverso da gestão das pessoas.

Os autores
Catarina Ribeiro é licenciada em Direito e mestre em Gestão de Recursos Humanos. Da sua experiência profissional, destaca-se o exercício de funções de jurista, gestora de formação e formadora.

Wander de Carvalho é licenciado em Economia e Mestre em Gestão das Pessoas. É docente e coordenador do Mestrado de GRH da Coimbra Business School | ISCAC. Consultor e formador nas áreas de gestão de desempenho, liderança de equipas, comunicação e comportamento nas organizações.

Alexandre Silva é professor coordenador da Coimbra Business School | ISCAC. Diretor do Mestrado em Análise de Dados e Sistemas de Apoio à Decisão. Diretor do PolLab – estudos e pesquisas de mercado. Membro do Centro de Estudos e Investigação em Saúde da Universidade de Coimbra (CEISUC) e de várias associações/sociedades profissionais.

Barack Obama e Oprah Winfrey leram e recomendam «Um Casamento Americano», um romance que aborda questões raciais


Vencedor do Women’s Prize for Fiction 2019, lido e recomendado por figuras como Barack Obama e Oprah Winfrey, Um Casamento Americano chega às livrarias a 3 de Março, com tradução assinada por Tânia Ganho e o selo de qualidade da Quetzal.
Tayari Jones (n. 1970) já escreveu quatro romances e actualmente é professora de escrita criativa em Atlanta.

Sinopse
Roy Othaniel Hamilton e Celestial Gloriana Davenport conheceram-se durante o tempo da faculdade e estão casados há pouco mais de um ano. Vivem em Atlanta. Roy é um homem afável, que aprecia regras e tem um bom emprego. Celestial, é bonita, cheia de carácter e uma artista promissora. Um dia, durante uma visita aos pais de Roy, na Luisiana, a porta do quarto de motel em que se tinham hospedado é arrombada e Roy é preso, acusado de violação. Mas está inocente. Celestial sabe-o e nós, os leitores, também. Roy é condenado a 12 anos de prisão.
A segunda parte do livro é epistolar e como que um diálogo entre os dois, ele preso, ela em liberdade. À medida que os anos passam, os ressentimentos aumentam, assim como os silêncios e os intervalos das cartas. Cinco anos volvidos, Roy ganha um recurso e é libertado. Na terceira parte do livro (cheia de acontecimentos) veremos como tudo mudou e como o passado não pode ser desfeito.
Uma narrativa fortíssima, com um extraordinário trabalho no delinear das três personagens principais (e narradores: Roy, Celestial e Andre, o grande amigo comum), face a questões morais, raciais e legais.

Alguns elogios da imprensa internacional
«Brilhante e doloroso. Inesquecível.» USA Today

«Tayari Jones escreve de forma brilhante sobre a expectativa, a perda e a injustiça racial.» Esquire

«Cheio de tensão e atualidade, e de interpelações corajosas sobre classe e raça.» People

domingo, 20 de fevereiro de 2022

sábado, 19 de fevereiro de 2022

«A Tatuadora de Jaipur» é um dos novos romances das Edições ASA

O que têm em comum Monica Wood, Francine Rivers e Alka Joshi? Além de viverem nos E.U.A., são autoras de novos romances que saem sob a alçada da ASA.

Monica Wood é romancista, biógrafa e dramaturga americana. Após Um Rapaz Muito Especial (Topseller, 2016), chega a Portugal um novo romance da sua autoria, A Arca.

Sinopse
Ernie Whitten está a viver as semanas finais de uma história de amor. Marie, sua mulher há 45 anos, vai morrer em breve. Homem pragmático, ele nunca partilhara - nem percebera, na verdade - o gosto de Marie pela arte. Mas a relação de Ernie com o mundo está a mudar e a abertura de um concurso para projetos artísticos na universidade local leva-o a tomar a inesperada decisão de participar.
O projeto de Ernie - uma arca inspirada na Arca de Noé - rapidamente se torna um bálsamo para os dois. Marie adora vê-lo no jardim a construir esta excentricidade, e Ernie alimenta-se da atenção dela. Pouco a pouco, a arca torna-se o símbolo da solidez do casamento deles.
À medida que a arca vai ganhando forma, também as vidas dos que o rodeiam se transformam. Há Dan Little, um funcionário da câmara, que vai multar Ernie pela sua construção não autorizada e faz uma descoberta importante. Há Francine Love, uma precoce menina de 13 anos, carente de atenção e carinho. Há o poderoso Henry John McCoy, um homem habituado a ser admirado e temido mas que não consegue recuperar o amor da filha. E há ainda Pumpkin Pie, o cão embaraçoso que coloca Ernie perante si próprio.
Estas são histórias de vidas em rota de colisão, unidas para o melhor e o pior. O que resulta é uma homenagem à grandeza e à fragilidade do espírito humano. E são raros os escritores que conseguem captar a sublime beleza das vidas comuns como o faz Monica Wood.

A grande história de amor que conquistou o coração de milhões de leitores em todo o mundo, chega finalmente a Portugal. Um Amor Incondicional, uma «história transformadora sobre um amor maior do que a vida», firmou a americana Francine Rivers, autora de uma vasta obra traduzida para mais de trinta línguas, como um nome entre as mais reputadas escritoras românticas e inspiracionais da actualidade. Um Amor Incondicional está a ser adaptado ao cinema.

Sinopse
Califórnia, 1850. Um lugar e uma época impiedosos em que os homens vendem a alma por um punhado de ouro e as mulheres vendem o corpo por um lugar para dormir.
Angel era apenas uma criança quando foi vendida como prostituta. Rapidamente aprendeu a não esperar nada de ninguém… apenas traição. Ao longo dos anos, o único sentimento que a tem alimentado é o ódio por todos os que lhe roubaram a inocência e a deixaram com um irreparável vazio interior.
Um dia, porém, conhece um homem diferente de todos os outros. Michael Hosea busca o divino em todas as coisas e vê em Angel algo que nem ela própria se permite ver. Michael ama-a incondicionalmente e, aos poucos, vai conquistando um lugar cada vez maior no seu coração.
Mas com a chegada inesperada desse amor, Angel é tomada por sentimentos incontroláveis de medo e desprezo por si mesma. Há muito que aceitara não haver salvação para a sua alma devastada. Resta-lhe fugir de volta para a escuridão do mundo em que cresceu.

Alka Joshi nasceu na Índia e foi viver para os Estados Unidos. Atualmente reside na Califórnia. O seu primeiro romance, a publicar no início de Março, foi um sucesso tão inesperado e estrondoso que incentivou a escritora a continuar a contar a história dos seus personagens numa trilogia. A Tatuadora de Jaipur, «uma história de amor-próprio e perseverança, de vingança… e perdão» será em breve adaptado ao grande ecrã com Freida Pinto (Quem Quer Ser Bilionário?) no principal papel.

Sinopse
Aos dezassete anos, Lakshmi foge de um casamento arranjado e ruma a Jaipur, a vibrante metrópole cor-de-rosa. É lá que se reinventa como artista, conseguindo tornar-se tatuadora de hena das mulheres mais ricas da cidade, que a buscam atraídas pelo talento mas também pelos seus poderes de curandeira e pela sua discrição como confidente. Mas embora muitos segredos lhe sejam revelados, os dela têm de permanecer guardados a sete chaves.
À medida que a popularidade de Lakshmi aumenta, também os seus esforços para proteger a reputação e a carreira se intensificam. A ameaça, porém, não tarda a bater-lhe à porta: o marido encontrou-a, tem um plano, e não está sozinho, vem acompanhado de uma menina de treze anos, Radha, a irmã que a Lakshmi não sabia ter.
Radha é curiosa e rebelde, uma combinação perigosa que preocupa Lakshmi. Agora que as vidas de ambas estão intrinsecamente ligadas, será ela capaz de manter a liberdade que conquistou a pulso e, ainda assim, proteger a irmã?
Exótico e envolvente, A Tatuadora de Jaipur é um retrato fulgurante de um país e de uma mulher. Há algo de mítico (e místico) na sabedoria ancestral de Lakshmi e na sua ânsia por liberdade numa sociedade que oscila ainda entre as velhas tradições e a modernidade, um mundo que é simultaneamente sumptuoso e fascinante, austero e cruel.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

Novidades Nutrição: «O Código Carnívoro» e «A Dieta Pegan»


Paul Saladino é uma das principais autoridades no estudo e na aplicação da dieta carnívora. Utilizou esta dieta para reverter a autoimunidade, a inflamação crónica e problemas de saúde mental em centenas de pacientes, a muitos dos quais havia sido dito que as suas doenças eram intratáveis. O Código Carnívoro (The Carnivore Code), da sua autoria, apresenta um plano para os leitores sentirem os benefícios incríveis da dieta carnívora.
O Dr. Saladino é diplomado em psiquiatria e medicina nutricional, tendo completado o internato na Universidade de Washington. Vive no Texas.

Sinopse
Descubra os segredos para uma saúde ideal regressando à nossa dieta ancestral: a dieta carnívora.
Nunca vivemos tanto tempo, mas não estamos a viver da forma mais saudável – milhões de pessoas sofrem de doenças como diabetes, depressão, dores nas articulações, doenças cardíacas e autoimunes. Outros tantos milhões tentaram, e falharam, perder peso e mantê-lo. Se isto lhe soa familiar, não está sozinho. E sabe o quão frustrante e desencorajador é passar por ciclos de dietas, planos de tratamento e prescrições que oferecem pouco alívio – e que podem aumentar o seu sofrimento.
Existe uma maneira melhor, e começa com o que comemos. Está cientificamente comprovado que a dieta carnívora reduz a inflamação, melhora o sono, reduz as dores nas articulações, melhora a clareza mental e ajuda a perder peso. O Dr. Paul Saladino experimentou os benefícios de uma dieta à base de carne, e ajuda centenas de pacientes a melhorar a sua saúde através do seu plano de dieta.
Neste livro pioneiro, o autor revela as verdades chocantes sobre os alimentos que nos dizem serem essenciais para uma boa saúde, como cereais integrais, plantas e legumes verdes. Desconstrói estes mitos e revela o potencial curador de uma dieta à base de carne: a dieta que os nossos corpos foram desenhados para seguir.



Do autor bestseller e especialista mundial em Medicina Funcional, Mark Hyman, chega a Portugal A Dieta Pegan, um regime alimentar que combina o melhor da alimentação paleo e vegan, e que promete ajudar a restaurar a saúde dos leitores e a do planeta.
O Dr. Mark Hyman é diretor do Cleveland Clinic Center for Functional Medicine, membro da direção do Institute for Functional Medicine e fundador e diretor do UltraWellness Center. É autor de mais de uma dúzia de bestsellers, entre os quais Coma Gordura e Emagreça (Lua de Papel, 2017).

Sinopse
Há décadas que as guerras dietéticas opõem defensores das dietas paleo, vegan e dezenas de outras, deixando a maioria das pessoas desnorteadas e confusas. Para aqueles que procuram a melhor abordagem, chegar a um consenso tem sido quase impossível. Até agora.
A solução passa por combinar os princípios nutricionais das dietas vegan e paleo, incluindo alimentos integrais, gorduras saudáveis, hidratos de carbono refinados e açúcares limitados, e uma grande variedade de vegetais e fruta.
Quer coma carne, seja adepto da dieta vegan ou do regime keto, ou tenha experimentado várias dietas sem sucesso, este livro é para si. Mais do que uma dieta, esta é uma filosofia alimentar inclusiva e sustentável, que promove a saúde, a perda de peso e a longevidade.

«Este livro é um autêntico roteiro para quem quer usar os alimentos como uma abordagem medicinal à sua saúde.» — Dr. William W. Li, autor de Comer para Curar

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022

Três novas propostas de leitura recomendadas pela Planeta

Os seguintes títulos são obras lançadas recentemente pelas chancelas do Grupo Planeta.

As Costureiras de Auschwitz é uma «poderosa história das mulheres que usaram as suas técnicas de costura para sobreviver ao Holocausto, costurando roupas para a elite nazi, no salão de moda do campo de concentração de Auschwitz.» Lucy Adlington é actriz, historiadora e escritora de vários romances, como Um Ateliê de Sonhos (2019) e À Procura de Summerland (2020), ambos editados pela Topseller.  

Sinopse
No auge do Holocausto, 25 jovens prisioneiras do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau desenharam, cortaram e coseram elegantes peças de vestuário para as mulheres da alta sociedade nazi. Um trabalho que, esperavam, as salvaria das câmaras de gás.
Este salão de moda, denominado Ateliê de Alta-Costura de Auschwitz, foi criado por Hedwig Höss, a mulher do comandante do campo e funcionava a poucos metros de distância do bloco de interrogatórios onde se torturavam prisioneiros. Das mãos destas 25 jovens saíram maravilhosas peças de roupa que fizeram brilhar as senhoras da elite nazi em Berlim.
Quando a historiadora Lucy Adlington se encontrou pela primeira vez com Bracha Kohút, a última costureira sobrevivente, sentiu a história ganhar vida e expõe a ganância, crueldade e hipocrisia.


Anne Jacobs publicou sob pseudónimo vários romances históricos e sagas inesquecíveis que se tornaram fenómenos de vendas em vários países. Mas foi com a saga A Vila dos Tecidos, um fenómeno de vendas mundial, que se confirmou como uma autora best-seller.

Sinopse
Augsburgo, 1913. A jovem Marie começa a trabalhar na cozinha da impressionante mansão dos Melzer, uma família rica, dona da indústria têxtil da região.
Enquanto Marie, uma rapariga pobre, acabada de sair do orfanato onde cresceu, luta, entre intrigas e disputas, por um lugar entre os criados que a olham com desconfiança; os Melzer aguardam com ansiedade o começo da nova temporada dos bailes de inverno, altura em que a bela Katharina, a filha mais nova, será apresentada à sociedade. Apenas Paul, o herdeiro do império Melzer, parece alheio à azáfama, preferindo a sua vida de estudante em Munique. Até que conhece Marie…


Lucy Foley, autora best-seller do The New York Times traz-nos A Última Festa, um tríler arrepiante, com um ritmo perfeito, na tradição de Agatha Christie, que mostra que as velhas amizades nem sempre são as melhores. A Última Festa é sua estreia na literatura de suspense, após a publicação de três romances históricos.

Sinopse
Todos são amigos. Um deles é um assassino.
Durante as férias de Natal, um grupo de amigos reúne-se para passar a passagem de ano juntos. Uma tradição que começou há dez anos, quando eram estudantes e se conheceram na universidade em Oxford. Este ano o local escolhido é uma propriedade de caça idílica e isolada, perdida nas Terras Altas Escocesas.
A viagem começa de forma perfeita: os amigos admiram a paisagem deslumbrante, bebem e relembram episódios divertidos do passado. Ainda acreditam que são os mesmos, mas para eles o tempo mudou. E cedo as tensões fazem-se sentir: o grupo já não tem mais nada em comum, além de um passado de convivência, feridas que nunca cicatrizaram e o peso dos segredos que carregam. É então que na noite da passagem de ano, o ténue fio que os mantém unidos rebenta.
No dia seguinte, um deles é encontrado morto e uma forte tempestade de neve impede que a equipa de resgate chegue. Ninguém pode entrar. Ninguém pode sair.
Nem mesmo o assassino.

sábado, 12 de fevereiro de 2022

Publicações que estão a chegar sobre Artes Divinatórias

No seu novo livro, O Oráculo Encantado das Fadas, a autora best-seller madeirense Patrícia Jarimba, um dos nomes mais conhecidos do mundo da espiritualidade, leva-nos numa viagem mágica pelas 36 cartas do Baralho Cigano, um oráculo fascinante, explicando as diferentes combinações possíveis entre elas e a sua forma pessoal de interpretar e identificar a energia de cada carta.
Com exemplos de tiragens de cartas, baseadas em casos reais, este livro prático e completo aprofunda o seu conhecimento da linguagem do baralho cigano e vai ajudá-lo a transformar a sua vida.

Tarot Dourado é a mais recente obra de Mary Packard, autora também de Tarot de Marselha, livro publicado pela editora Nascente.
O baralho do Tarot Visconti–Sforza é um dos mais antigos e mais completos de sempre, remontando a meados do século. Encomendado por Filippo Maria Visconti, duque de Milão, e pelo seu sucessor, Francesco Sforza, muitas das cartas retratam membros das famílias Sforza e Visconti em trajes da época.
Concebido originalmente para o então popular jogo de cartas trion (triunfos), ao longo dos três séculos seguintes este baralho tornou-se numa das mais reconhecidas ferramentas.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2022

Estão a chegar novas edições de livros dos mestres espirituais Ramiro Calle e Neale Donald Walsch

Para além de Os 7 Hábitos dos Casais Altamente Felizes, de Stephen R. Covey, a Albatroz - chancela do Grupo Porto Editora que edita obras nas áreas de autoajuda, desenvolvimento pessoal, religião, espiritualidades, esoterismo, memórias inspiracionais, lifestyle e corpo e espírito -,  publica estes mês um extraordinário relato espiritual, da autoria do espanhol Ramiro Calle, autor de diversos títulos inspiradores, como Os Melhores Contos Espirituais do Oriente.
De Neale Donald Walsch, outro grande mestre espiritual, volta às livrarias uma nova edição do primeiro volume do clássico que mudou a vida de milhões de pessoas. Deste autor norte-americano, a Sinais de Fogo publicou mais de uma dezenas de obras, a maioria delas esgotadas.

O Faquir conta a história de Hernán, um homem ocidental que embarca numa jornada mística pela Índia em busca da sua essência. Ao longo da viagem, encontrar-se-á com muitos mestres até chegar a casa de Suresh, o faquir, que o guiará por um profundo processo de autodescoberta.
Suresh submetia-se à proeza de superar a dor e trabalhava o sentido de equilíbrio, dominando a arte de andar na corda bamba. Ao tornar-se seu discípulo, Hernán vai aprender a despir-se do fardo físico, mental e espiritual que carregava e a repensar o sentido da vida.
Ao acompanharmos o percurso de Sureh e as suas revelações, somos também inspirados à transformação para uma vida com mais sentido e serenidade.


Imagine que tinha uma longa e honesta conversa com Deus. E que, nessa conversa, abordava os temas que mais o inquietam, animam, alegram e entristecem. E imagine que Deus respondia claramente às suas perguntas…
Em Conversas com Deus, o autor partilha o diálogo, ao mesmo tempo profundo e descontraído, que manteve com Deus, ao longo de anos, sobre os maiores problemas que afligem a humanidade, e revela como essa conversa foi – e é – possível.
Este livro é uma dádiva para aqueles que gostam de fazer perguntas e que realmente querem saber as respostas, que procuram a verdade com o coração sincero, a alma ansiosa e a mente aberta.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022

Já está à venda um ensaio sobre a Marijuana, de sociólogo americano

Pode fumar-se marijuana [apenas] por prazer?
Segundo o sociólogo norte-americano Howard S. Becker: sim, é possível. No ensaio Fumar Marijuana por Prazer, o autor nascido em 1928 explora o consumo de marijuana, sem o promover ou desencorajar, explicando, com recurso a investigação científica e a experiências sociais, como pode o consumidor usufruir da sua «pedra», evitando a dependência psicológica ou física.
Vanguardista aquando da sua primeira edição, em 1953, por abordar o tema, Becoming A Marihuana User (título original) continua, nos dias de hoje, a ser um precioso contributo para a compreensão de um comportamento ainda considerado desviante.
Esta obra chega a Portugal, numa edição Guerra e Paz Editores, traduzida por Maria José Batista.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2022

Paulinas Editora publica «Sexo santo!», um guia sexual para um amor avassalador e excitante

Um guia sexual prático, é o que nos sugere para este mês a Paulinas Editora. O autor de Sexo santo!, publicado originalmente em 2008, é o fundador e diretor do Pastoral Solutions Institute, uma organização dedicada a ajudar os católicos a encontrarem soluções cheias de fé para problemas pessoais, familiares e matrimoniais.
O
Dr. Gregory K. Popcak é autor de quase 20 livros e programas populares que integram teologia católica sólida e psicologia de aconselhamento.

Sinopse
Sexo santo!
revela o segredo mais bem guardado do Cristianismo e fá-lo de uma forma firmemente fundamentada e deliciosa. Quer saber qual é o seu quociente de sexo santo? Este livro capacita verdadeiramente os casais para fazerem com que o seu casamento dure por toda a vida.

«K. Popcak aborda o sexo conjugal como uma coisa muito alegre… Se os casais unidos pelo matrimónio pudessem experimentar realmente o ato de fazer amor como uma expressão do amor criativo, alegre e renovador de Deus, uau!» R. Daniel Conlon, Bishop de Steubenville

«Todos aqueles que leem Sexo santo! encontrarão alguma coisa nova e útil, rirão muito e poderão até ficar chocados com aquilo que o Dr. Popcak revela como sendo compatível com a doutrina cristã.» Janet E. Smith, Sacred Heart Major Seminary

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2022

Louise Candlish estreia-se em Portugal com um tríler tenso e repleto de reviravoltas

Louise Candlish é autora das obras Our House e Those People, que estão publicadas em mais de 15 idiomas e receberam inúmeras distinções. O Passageiro Misterioso, o seu novo livro, que a Clube do Autor publica a 16 deste mês, está sendo um êxito junto dos leitores, vendendo 250 mil exemplares em poucos meses.
Este «thriller empolgante, tenso e repleto de reviravoltas, que o vai agarrar da primeira à última página», traduzido para o nosso idioma por Inês Castro, foi eleito Livro do Ano por diversas publicações como o Daily Mail.

Sinopse
Numa manhã gelada de Dezembro, um homem apanha o barco que o leva todos os dias para o trabalho. O amigo e vizinho Kit não apareceu, mas Jamie não está muito preocupado. No entanto, ao desembarcar, é surpreendido por dois agentes de polícia que o querem interrogar sobre a última vez em que os dois estiveram juntos. Kit está desaparecido desde então. 
Ao ser interrogado, Jamie percebe que alguém o acusou de discutir com Kit na última noite em que este foi visto. E o outro passageiro acredita que Jamie cometeu um crime. Incrédulo, Jamie recorda como conheceu Kit e a sua mulher, Melia, e de que forma as suas vidas ficaram irremediavelmente ligadas.

O que dizem
«Candlish é uma grande contadora de histórias, com o dom de nos envolver com as personagens, incluindo as mais desagradáveis.» Guardian

«Um dos enredos mais geniais do ano.» Cosmopolitan

«Suspense psicológico ao mais alto nível.» A.J. Finn, autor de A Mulher à Janela

Editora Self lança workbook «100 Formas Para Viver em Flow»

A Editora Self decidiu editar um livro, compilando exercícios, rotinas e técnicas comprovadas para o leitor encontrar o equilíbrio e ter um dia a dia fluído.

100 Formas Para Viver em Flow

Vivemos vidas muito aceleradas e ocupadas. E às vezes passamos demasiado tempo a viver no caos. Não é fácil manter a vida alinhada e em estado de Flow. Mas a verdade é que se tivermos as ferramentas certas e aprendermos a manter o foco, podemos alcançar esse estado de “conforto” e de felicidade mais permanente.
Neste workbook encontrará um conjunto de exercícios, rotinas e técnicas comprovadas para encontrar o equilíbrio e ter um dia a dia fluído. Ao longo do livro encontrará também questionários de auto diagnóstico, reflexões para explorar o seu interior, meditações para se conectar, afirmações para se inspirar e ilustrações únicas num estilo Boho.
Este workbook é um livro para trabalhar a autoestima, gerir o stress, cuidar do corpo e da mente, dormir melhor e encarar a vida de uma forma mais positiva.
Quando estamos em Flow sentimo-nos plenos, com energia, motivação e alegria, vivendo o momento presente e explorando todo o nosso potencial.

 Sabe mais em www.editoraself.pt