quarta-feira, 25 de maio de 2016

«Cura», de Jo Marchant

Editora: Lua de Papel
Data de Publicação: 29/03/2016
N.º de Páginas: 336

Jo Marchant é uma jornalista britânica doutorada em genética e microbiologia médica. Depois de publicar dois livros que mereceram um excelente feedback por parte da crítica internacional, no seu mais recente livro — que agora analisa-se —, decidiu embarcar numa viagem com dezenas de pontos de paragem em todo o mundo, para estudar a influência que a mente tem sobre o corpo. Em Cura está contido a súmula das suas entrevistas a médicos, pacientes e voluntários de testes farmacológicos.
Poderá a mente, simplesmente, curar o corpo? Será que os pensamentos, crenças e emoções contribuem para o tratamento de uma doença? Qual o efeito dos factores psicológicos sobre o nosso corpo?
Logo no arranque da sua “expedição” pelo mundo complexo da mente humana, a autora revela que vários estudos científicos fidedignos concluíram que pacientes hospitalizados a quem fosse dito pelos profissionais de saúde que receberiam um tratamento eficaz, essa mera constatação era suficiente para atenuar e, nalguns casos, fazer desaparecer os seus sintomas. Ao longo dos doze capítulos que dividem a obra, são dezenas os casos incríveis de melhoras de estados de saúde que doentes a padecer de doenças como Parkinson, Esclerose Múltipla e depressão, têm, simplesmente por terem algum domínio (consciente ou inconscientemente) sobre o que sentem e pensam.
As afirmações e visualizações positivas — cuja autora Louise L. Hay é uma das mais respeitadas a nível mundial nesta área (livros como Pode Curar a Sua Vida e Afirmações Positivas são da sua autoria) —, a hipnose, o reiki, o biofeedback, a homeopatia, o mindfulness e a acupuntura, são tratamentos não convencionais que foram também alvo de estudo por parte de Jo Marchant, uma céptica acérrima que pôs de lado as suas crenças para de forma imparcial escrever este livro, que compila um conjunto abrangente de informação sobre diversos temas das ciências médicas, como por exemplo os controversos efeitos placebo e nocebo.
O último capítulo do livro é inteiramente dedicado ao poder da fé/crença e sua interligação com o acto de cura; tem como plano de fundo a aparição de Lourdes, em França.
Cura é um livro destinado em especial aos profissionais de saúde, mas dada a sua grande abrangência, interessará a todos os leitores sedentos de conhecimento. É uma obra escrita de uma forma clara e idónea, onde é dirigida admoestações à indústria farmacêutica e a alguns métodos alternativos que permeiam nos seus rótulos a cura. Um livro que, em resumo, considera inegável a unidade corpo-mente e o seu reflexo no nosso corpo, o que vem sublinhar que a componente psicológica tem importância em tudo.
Por último, mas não menos importante, há a realçar o excelente trabalho de tradução de Cure para língua portuguesa por parte de Ana Pedroso de Lima.

2 comentários:

Arnaldo Santos disse...

Um livro que se recomenda a todas as pessoas interessadas na sua saúde e vida, pois versa sobre a influência que a mente tem sobre o corpo podendo, em muitos aspectos, curá-lo!

Maria José Jesus disse...

Adorava ler este livro, está na minha lista :)