quarta-feira, 24 de janeiro de 2024

Os primeiros livros de 2024 d'A Esfera dos Livros

Além de Dizer Adeus às Dietas, livro fruto da experiência clínica da dietista-nutricionista Melyssa Chang, a editora A Esfera dos Livros publica este mês As Pequenas Mortes da Vida, de Luis Cortés Briñol, escritor, argumentista e documentalista espanhol, formado em Antropologia e Filosofia.

Sinopse

Quantas vezes morremos antes de morrer? Os finais de cada etapa da vida, dos entes queridos, da forma de ser, de um grande amor, do nosso lugar na sociedade… são as nossas pequenas mortes da vida. Longe de pôr-lhe fim, tornam-na definitivamente mais plena, mais autêntica e, sim, mais sofrida.
Este livro é um convite para explorar o rico território das mortes metafóricas, tecidas de amor, tempo e memória, que afetam a nossa identidade, traçam o mapa do ausente e mudam os nossos laços com o mundo. O desafio está em rebelar-nos ou apropriar-nos delas.
Na companhia de narradores, filósofos e poetas, sem renunciar ao relato pessoal – morrer é algo profundamente íntimo –, o autor reflete sobre a morte «vivida» e percorre o caminho de uma batalha, a humana, que reside em sabermo-nos mortais e acreditarmo-nos infinitos.

Excertos
«Morremos nos outros, a morte deles é a nossa pequena morte porque o ente querido está fundido connosco».

«O que se perde quando se perde o outro? O seu olhar. O modo como nos olhava, como nos via, o modo de olhar o mundo - que era só dele e ao mesmo tempo nosso -, porque dois olham mais do que um.»

«(...) esta pequena morte do "eu" de que agora quero falar-vos é, segundo algumas pessoas, o mais próximo da nossa morte física a que podemos chegar. São as chamadas experiências de quase morte (EQM). As pessoas submetidas a situações em que o cérebro caminha para o seu grande apagão, quando sobrevivem, descrevem-nas como muito intensas e algo surreais. Contam como se separaram do corpo e contemplaram desde cima a sala onde se encontravam, às vezes inconscientes, e relatam ter visto uma luz branca brilhante no fim de um túnel comprido e escuro, ou ter falado com familiares falecidos.»

Outro livro publicado recentemente pela editora: Crianças Altamente Sensíveis.

Sem comentários: