quinta-feira, 5 de junho de 2014

Livro escrito por um rapaz português com autismo: «O Menino de Deus»

O que têm em comum Catarina Furtado, Mário Augusto e Valter Hugo Mãe? Os três ficaram rendidos ao caso espantoso de João Carlos Costa, um menino português com autismo, que, para surpresa de familiares e terapeutas, consegue comunicar através da escrita. 

O Menino de Deus é um livro que vai dar que falar e que a Porto Editora publica a 13 de Junho. 
Opiniões
Tu, João, com este livro, estás a ensinar-nos a viver num outro estado, mas isso só acontecerá se estivermos realmente disponíveis. O som das palavras que tanto queres um dia dominar é apenas um caminho, porque as palavras só fazem sentido através da poesia. Tu sabes o que é a poesia. É como o Amor, a nossa salvação. Catarina Furtado 
Se alguma diferença existe no pensamento e expressão do João Carlos é que se percebe que do aparente pequeno mundo interior que é só dele, silencioso e sereno, se vê o Universo tão grande e abrangente que nos engole em palavras. Obriga a pensar. Obrigado, João, pela tua vontade, pelas tuas palavras e pela partilha de emoções fortes. Mário Augusto

Através deste livro, que reclama o sonho, porque o diagnóstico de autismo parece retirar o sonho da vida das pessoas, acompanhamos de modo corajoso e terno a elaboração do mundo. Com recados políticos, sociais, com ideias muito concretas acerca da necessidade e validade de cada gesto, percebemos o que os autistas percebem, sobretudo para o fim do tal preconceito e do medo. Este livro é humanidade. Faz de nós gente. Valter Hugo Mãe, do prefácio

Sobre o autor
Eu sou o João Carlos da Costa, nasci a 6 de março de 1996 e quero que o mundo olhe o outro com amor. Vivo na Maia e frequento o ensino secundário. Sofro da problemática do autismo mas os olhos veem e o coração sente. Escrevo contos e textos sobre o autismo e o Universo. Tenho um texto publicado no blogue da Casa Fernando Pessoa. Apesar do pouco que verbalizo, adoro escrever e quero dizer-vos que o mundo interior existe em cada um de nós e que o meu é tão rico quanto o vosso.


1 comentário:

L.C. disse...

Continua, João, que Deus te abençõe!
Vi-te hoje na Televisão. Adorei.

Beijinhos

Leonor