sexta-feira, 20 de abril de 2018

Entre as novidades literárias encontram-se «Fahrenheit 451» (nova edição) e «O Fogo Será a Tua Casa»

Fahrenheit 451, de Ray Bradbury
Sinopse
Como uma mensagem mais relevante do que nunca, venha descobrir o clássico profético de Ray Bradbury sobre o poder da resistência à tirania política.
Guy Montag é um bombeiro. O seu emprego consiste em destruir livros proibidos e as casas onde esses livros estão escondidos. Ele nunca questiona a destruição causada, e no final do dia regressa para a sua vida apática com a esposa, Mildred, que passa o dia imersa na sua televisão.
Um dia, Montag conhece a sua excêntrica vizinha Clarisse e é como se um sopro de vida o despertasse para o mundo. Ela apresenta-o a um passado onde as pessoas viviam sem medo e dá-lhe a conhecer ideias expressas em livros. Quando conhece um professor que lhe fala de um futuro em que as pessoas podem pensar, Montag apercebe se subitamente do caminho de dissensão que tem de seguir.
Mais de sessenta anos após a sua publicação, o clássico de Ray Bradbury permanece como uma das contribuições mais brilhantes para a literatura distópica e ainda surpreende pela sua audácia e visão profética.

O Fogo Será a Tua Casa, de Nuno Camarneiro
Sinopse
O escritor Nuno Camarneiro decide viajar até uma zona de guerra no Médio-Oriente para melhor entender as razões do conflito e de quem nele participa, juntando-se a um jornalista turco. Mas o que começa por ser uma visita de estudo transforma-se rapidamente num pesadelo, quando ambos são sequestrados por um grupo de fundamentalistas islâmicos e encerrados num barracão que partilham com outras vítimas: uma freira ortodoxa, um engenheiro holandês, um soldado americano e um francês misterioso e suicida. Ao longo de várias semanas, terão de encontrar estratégias de sobrevivência para não enlouquecerem nem perderem a esperança: contam histórias, revisitam memórias, inventam jogos e vidas inteiras, tornam-se guerrilheiros da ficção.
Numa guerra entre homens, ideias, deuses e civilizações, não há partes neutras, e é difícil distinguir as vítimas dos agressores. A verdade escreve-se em muitas línguas, como as histórias, os romances e os sonhos de cada um.

1 comentário:

Andrea Martínez disse...

O meu favorito é Fahrenheit 451 porque tem uma história incrível que nos faz refletir. Para mim é o melhor do seu gênero. Poderia ler uma e outra vez. A história de Fahrenheit 451 é uma das minhas preferidas. Li o livro de Ray Bradbury faz alguns anos e foi uma das melhores leituras até hoje. Faz pouco vi que Fahrenheit 451 o filme vai ser lançado na TV. Espero que seja umas das melhores adaptações para ver, a historia é interessante e parece levar um bom ritmo. Na verdade, estou muito ansiosa para ver.