sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Novidades da Ática para Outubro de e sobre Fernando Pessoa


Pessoa Existe?
de Jerónimo Pizarro

Sinopse: “Pessoa Existe? Existem múltiplos "Pessoas". Múltiplos personae. O Pessoa íntimo, o Pessoa político, o Pessoa esotérico, o Pessoa poeta inglês; o Pessoa menino da sua mãe, o Pessoa empregado de escritório, o Pessoa por conhecer, o Pessoa empresário, etc. E, antes mesmo desta multiplicação póstuma, existe o Pessoa que escrevia como Caeiro, como Campos e como Reis. A cisão da obra em ortónima e heterónima. A proliferação do autor: autor dos autores. // A maior parte dos editores e críticos apresentam apenas um Pessoa. Criam essa coordenada chamada "Pessoa", coordenada que o poeta teria articulado de uma outra maneira ou, simplesmente, não teria articulado. // O que está em jogo? Os diferentes modos de conceber e construir o autor.” in «Pessoa Existe».


Biografia: Jerónimo Pizarro é Professor da Universidad de los Andes, Titular da Cátedra de Estudos Portugueses do Instituto Camões na Colômbia e Doutor pelas Universidades de Harvard (2008) e de Lisboa (2006), em Literaturas Hispânicas e Linguística Portuguesa. No âmbito da Edição Crítica das Obras de Fernando Pessoa, publicadas pela INCM, já contribuiu com oito volumes, sendo o último a primeira edição crítica de Livro do Desasocego. Actualmente, Pizarro é o Coordenador de duas novas séries da Ática (1. Fernando Pessoa | Obras; 2. Fernando Pessoa | Ensaística).

Formato: 140 x 200 | Páginas: 360 | PVP: 18.50€ 


Ibéria
introdução a um imperialismo futuro
de Fernando Pessoa

Sinopse: Pessoa não foi alheio a praticamente nenhuma das grandes questões do seu tempo. Uma delas foi a "Questão ibérica", isto é, o futuro político dos dois países e das muitas regiões que constituem a península ibérica, quer através de uma união luso-espanhola, quer através de uma confederação de nações. Esta foi uma questão que ganhou novamente vigência na segunda metade da década de 1910 e na qual Pessoa quis intervir. Uma questão, aliás, afim ao projecto pessoano da «refundação mítica da existência», porque Pessoa queria que se formasse uma Ibéria una e múltipla em que Portugal, depois do aparecimento do Super-Camões (o próprio Pessoa), não perdesse protagonismo cultural. A questão ibérica é também uma questão identitária, e esta é uma questão que, quer no plano individual, quer no plano colectivo, está no centro da estética e da filosofia pessoanas. Mais do que político, o iberismo de Fernando Pessoa foi do tipo cultural e esteve intimamente ligado às ligado às suas preocupações com questões de identidade.

Biografia: Fernando Pessoa - Lisboa, 13 de Junho de 1888 | Lisboa, 30 de Novembro de 1935. É considerado, a par de Camões, o maior poeta da língua portuguesa. Viveu na época do Modernismo e a sua principal característica é a heteronímia. Deixou-nos uma vasta obra que ainda não está totalmente explorada, dado que a única obra que publicou em vida foi a «Mensagem».

Formato: 140 x 200 | Páginas: 272 | PVP: 19.90€ 


2 comentários:

JCT disse...

Adquiri recentemente o livro "Pessoa, existe?". Li-o com bastante interesse. Trata-se de uma abordagem séria e rigorosa, de caracter (quase) cientifico. Fiquei maravilhado com o livro e fã do Prof. Pizarro. Excelente.

Miguel Pestana disse...

Obrigado pelo seu testemunho em relacção ao livro de Jeronimo Pizarro.

Vou ter em conta o seu feedback.

volte sempre!