sábado, 12 de março de 2022

Novos livros da Psicóloga Rute Agulhas

Grande Livro sobre a Violência Sexual

A violência sexual é um problema de saúde pública que afeta, não apenas as vítimas, mas também as suas famílias e toda a comunidade. Estamos perante uma realidade complexa e com elevada prevalência, que exige estratégias de prevenção, avaliação e intervenção rigorosas, numa perspetiva intersetorial e multidisciplinar.
Quando falamos de violência sexual, falamos de crianças, adolescentes e adultos, falamos de vítimas e agressores, falamos de tipologias de crimes e perturbações mentais e falamos, ainda, de diferentes áreas e níveis de intervenção por parte do sistema profissional - seja o Direito, a Medicina, a Investigação Criminal, a Psicologia ou a Psiquiatria.
Neste livro, compilamos os diversos olhares e perspetivas, reunindo a principal informação relativa a esta temática. Ao longo de 20 capítulos, procuramos compreender a violência sexual e aquilo que a literatura descreve como as boas práticas ao nível da prevenção primária, da avaliação e da intervenção, fornecendo ao leitor um conjunto de informações que lhe permitam conhecer para melhor adaptar as suas práticas. 

Outros livros das autoras: Casos Práticos em Psicologia Forense (Edições Sílabo, 2015),  Divórcio e Parentalidade (Edições Sílabo, 2018) e Descomplicar a Mente (Oficina do Livro, 2020).


Miúdos & Ecrãs

A maior parte das crianças e jovens nasce e cresce no mundo das tecnologias. Fazem parte do seu dia a dia todo o tipo de dispositivos como computadores, tablets, telemóveis e produtos como websites, jogos, histórias interativas, redes sociais, etc., que podem ser vistos, ouvidos, lidos, jogados ou criados nesses dispositivos. Por isso são designados como nativos digitais, enquanto os seus pais, familiares, professores e até os autores deste livro são uma espécie de imigrantes digitais.
Este livro destina-se a pais e/ou educadores que querem desenvolver mais competências e consciência digital que lhes permitam criarem uma relação saudável com os mais novos no que respeita ao uso responsável das novas tecnologias de informação e comunicação. Os conteúdos estão agrupados por tipos de uso de tecnologias e faixas etárias.
Neste livro sâo respondidas questões como: O meu filho já pode fazer parte de uma rede social? Porque é que o meu filho quer tanto jogar? Com que idade o meu filho pode ter um smartphone?

Rute Agulhas
Psicóloga especialista em Psicologia Clínica e da Saúde, Psicoterapia e Psicologia da Justiça pela Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP). Terapeuta Familiar. Pós-graduada em Análise de Dados para as Ciências Sociais. Perita forense na Delegação Sul do INMLCF-IP. Professora assistente convidada no ISCTE-IUL. Formadora Sénior do ISPA-IU. Psicóloga clínica e forense a nível privado. Tem trabalhado na área clínica e forense com investigação e numerosas publicações (em autoria e co-autoria) na área da Psicologia Forense, divórcio, direitos das crianças, parentalidade positiva e prevenção do abuso sexual de crianças. Coordenadora da coleção «Vamos Prevenir», da Ordem dos Psicólogos Portugueses, sobre a prevenção primária de diversas problemáticas em crianças e adolescentes.

Alexandra Anciães
Psicóloga especialista em Psicologia Clínica e da Saúde e Psicologia da Justiça pela Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP). Pós-graduada em Medicina Legal (INMLCF/FMUL) e em Comportamentos Desviantes e Ciências Criminais (FMUL). Formação pós-graduada em Psicoterapias Cognitivo-Comportamentais e Integrativas (APTCCI). Perita Forense e Técnica Superior de Psicologia entre 2000-2019 na Delegação do Sul do INMLCF, IP. Psicóloga clínica na Estrutura de Atendimento Lisboa+Igualdade: Atendimento e Prevenção da Violência Doméstica e de Género. Psicóloga clínica e forense a nível privado. Formadora Sénior do ISPA-IU. Autora e formadora de cursos na OPP na área da avaliação pericial e violência sexual. Membro da Comissão Técnica de Análise às Especialidades da OPP. É autora e co-autora de diversas publicações na área da Psicologia forense e divórcio.
Filipe L. Gil
Há cerca de 20 anos, trocou a escrita criativa da publicidade pela escrita informativa dos jornais e revistas. A partir daí passou por várias redações e chegou a liderar algumas. Esta é a sua segunda participação num livro. Atualmente é editor do Diário de Notícias

Sem comentários: