segunda-feira, 25 de junho de 2018

Os mais recentes lançamentos das Edições Parsifal

A Rebelião
de Afonso Valente Batista
A REVOLUÇÃO ESTÁ EM MARCHA, MAS A POLÍCIA ESTÁ ATENTA…
UM ROMANCE INTENSO E ACTUAL
A Rebelião é o retrato de uma geração nascida no Estado Novo, que se ajustou às regras e obedeceu ao regime, mas que nunca deixou de transgredir. Primeiro, opôs-se ao sistema; depois sacrificou-se numa guerra cujas marcam teimam em persistir; mais tarde viu chegado o dia da esperança.
Anos depois, um grupo de veteranos junta-se no jardim, partilha memórias e resiste ao tédio. Entre lembranças e jogos de cartas, cresce a intriga, a vontade de mudar as coisas e de tornar possível a utopia.
Certo dia, Juvêncio dirige-se aos companheiros, e o discurso arrebatador deste antigo padre, capelão militar e desertor dos confins de África termina de forma muito clara: «Porque esperamos? Não temos direito à nossa parcela de esperança?»
Empolgado pelas palavras de Juvêncio e vencendo as artrites da desilusão, um grupo de amigos está disposto a fazer renascer o sonho por cumprir – conspirar, pegar em armas, montar quartel-general numa serra alentejana e preparar o assalto a Lisboa e ao sistema instalado.
Do mesmo autor: O Marujo (2017)


Os Herdeiros do Profeta
de Rui Camâra Pina
Os papéis da Arábia Saudita, Paquistão, Síria, Iraque, Rússia ou Estados Unidos, entre outros, no xadrez da geopolítica são também analisados, tornando este livro uma obra única para conhecer as grandes questões numa área com um profundo impacto à escala global.

De Volta (Aos Contos)
de Filomena Marona Beja
Empreendendo numa viagem pelo passado e pelo presente, pelas ações e pelas emoções de casa um de nós, este livro constitui não apenas a imagem de um país em crise, mas também o retrato de uma sociedade que insiste em acreditar.


Manual de Combate às Alterações Climáticas
de João Camargo
Um livro único e fundamental. Um guia para salvar o planeta.

O mundo já está muito diferente daquele em que a nossa civilização floresceu: mais quente, mais extremo, mais inseguro. Para a frente, muito além da incerteza, ficam certezas: ainda pode piorar mais. O sistema de produção em que vivemos criou uma devastação ambiental e social sem precedentes na nossa história enquanto espécie. De entre todas essas devastações, a alteração da composição da nossa atmosfera e o aquecimento global do planeta destacam-se pelo seu potencial catastrófico, alterando os climas em que a nossa espécie proliferou.
Num mundo cada vez mais desigual, pendem sobre nós crises simultâneas: da banca, do emprego, da produção, do ambiente, do clima, da democracia ou do capitalismo. É a crise do próprio Homo sapiens, com a colisão entre o que é e o que pode ser. Nada ou tudo: a urgência das alterações climáticas é a urgência da Humanidade. Para isso precisa de lutadores, pessoas empenhadas em resgatar o futuro. Por isso, para aprender e ensinar a combater, este livro é um (feroz) guia de combate.


Salvação
de Ana Cristina Silva
A morte da mulher lança um escritor num mar de sofrimento. Para lidar com a dor do luto, escreve um romance histórico. A sua personagem principal, David Negro, é um médico judeu que tem de fugir de Lisboa depois da condenação da mulher pela Inquisição.
A par de constituir um extraordinário fresco do século XVII, ambientado em Lisboa, Amesterdão e Hamburgo e pelo qual passam algumas das grandes figuras como o filósofo Uriel da Costa, o médico Rodrigo de Castro ou o mercador Diogo Sampaio, este livro é ainda um retrato da sociedade actual, com as suas inquietações ancestrais (a perda, a culpa, a redenção…), mas também com os novos desafios, como o autoproclamado Estado Islâmico.
Romance intimista e envolvente, Salvação é uma obra intensa sobre a capacidade de voltar a acreditar, sobre a redenção que a escrita permite e sobre o fanatismo das grandes religiões. Mas é também, e sobretudo, a confirmação de Ana Cristina Silva como uma das mais originais e possantes escritoras da actualidade.

É também uma novidade editorial da Parsifal: Os Amantes Tristes, de Eugenia Rico.

2 comentários:

Nuno Antunes disse...

Considerando a sua atualidade e importância, o Manual de Combate às Alterações Climáticas é um livro que quero ler este verão!

ROBERT WINSTON disse...

mt bom